Cuiabá, 16 de Outubro de 2019

POLÍTICA
Segunda-feira, 29 de Julho de 2019, 14h:31

EM SEIS MESES DE MANDATO

Parlamentar mais novo da Assembleia apresenta 209 proposições e economiza quase R$ 1 milhão

Única News
Com assessoria

Reprodução/Web

O deputado estadual Ulysses Moraes (DC) completou na última sexta-feira (26) 175 dias de mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Parlamentar mais novo da Casa, ele tem se mostrado um dos mais participativos e propositivos do Legislativo estadual, com um total de 209 proposições até o momento.

No total, Ulysses Moraes apresentou 175 indicações, 18 requerimentos, sete projetos de lei, quatro projetos de resolução, três leis complementares, uma moção de louvor e uma moção de aplauso. O deputado tem como um de seus principais objetivos na ALMT a redução dos custos da atividade parlamentar. Somente nos primeiros seis meses de sua atuação na Casa de Leis, ele já representou uma economia de quase R$ 1 milhão aos cofres públicos.

Entre os sete projetos de lei apresentados pelo parlamentar, destaca-se o que isenta a cobrança de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) para motoristas de aplicativos de transportes de passageiros, o fim da apreensão de veículos por inadimplência do IPVA, além do fim da cobrança por estimativa das concessionárias fornecedoras de água, luz e gás.

Ulysses Moraes propôs ainda a proibição de nomeação para cargos em comissão de pessoas que tenham sido condenadas pela Lei Maria da Penha, assim como a redução em 50% da verba indenizatória aos quais os deputados estaduais têm direito, baixando o valor dos atuais R$ 65 mil mensais para R$ 32,5 mil, projeto este vetado pela Casa.

O parlamentar ainda apresentou um projeto que prevê liberdade econômica e a desburocratização em Mato Grosso, além de propor uma mudança no regimento interno da ALMT, extinguindo o voto secreto para eleição da Mesa Diretora. Outra proposição de autoria de Ulysses Moraes altera a Lei Orgânica do Tribunal de Contas do Estado, permitindo que os deputados estaduais formulem consultas ao órgão.


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Fabio  30-07-2019 09:51:07
Que bom, pena que não sabe nem qual é o ICMS do estado. Uma pena para um deputado que apresenta tantas propostas. 175 dias ja seria um tempo suficiente para ele se antenar aos assuntos corriqueiros do cotidiano do estado.

Responder

0
0

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE