Cuiabá, 20 de Novembro de 2018

PROTOCOLADO POR JANAINA

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018, 08h:38 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Ciro garante que Taques está tranquilo quanto ao pedido de afastamento

Luana Valentim
Da Redação

Foto: (Reprodução)

Ciro Gonçalves

 

O secretário-chefe da Casa Civil, Ciro Gonçalves declarou nesta quinta-feira (25), no Palácio Paiaguás que o governador Pedro Taques (PSDB), está muito seguro e confiante diante do pedido de afastamento feito pela deputada estadual, Janaina Riva (MDB) na última terça-feira (23).

 

Em sessão plenária na noite de terça, a parlamentar que é opositora ferrenha do governador, cumpriu a promessa e formalizou o pedido de afastamento do gestor estadual, pautada em uma vasta documentação - sobre a delação do empresário Alan Malouf que teve o sigilo da sua colaboração com a Justiça quebrada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Melo, na semana passada -, quando veio à tona um esquema 'monstruoso' que vai desde desvio de dinheiro por meio de licitações fraudulentas até caixa 2 e 3 ocorridos na campanha vitoriosa de Taques, em 2014.

 

Quanto a esse pedido, o secretário disse que entende que esse é a função do Poder Legislativo, assim como dos parlamentares e que essa não é a primeira solicitação de afastamento, sobretudo por parte da emedebista.

 

“Ali estamos falando de um colegiado de 24 deputados independente de ser base ou oposição. Temos a segurança que a análise de um pedido desse será de maneira jurídica e técnica. É permitido utilizar o Parlamento para se falar e se posicionar, mas para chegar a um afastamento, é preciso cumprir requisitos objetivos”, destacou.

 

Ciro frisou que o Executivo está muito seguro e tranquilo, pois este foi um governo controlador que acabou ofendendo interesses de alguns empresários do Estado, porém, isso não os amedrontaram, onde quebrando um paradigma de falência ética e moral de Mato Grosso.

 

Ele ainda pontuou que o governo está seguro de que fez a coisa certa, enfrentando uma engenharia de corrupção que estava instalada dentro do Executivo. “Sejam contratos de combustíveis, sejam contratos de obras públicas e terceirizações. Esse eu acho que é um legado que a gente vai continuar firme e forte até o dia 31 de dezembro”.

 

A frente do processo de transição de governo, Ciro pontuou que o atual governador já fez uma reunião com a equipe do novo governador eleito, Mauro Mendes (DEM), onde a linha mestra desse trabalho será pautada em uma regularização do Tribunal de Contas do Estado, existindo uma resolução que trata isso desde 2016.

 

Ela foi utilizada pela primeira vez na transição dos governos municipais da atual gestão e a resolução garante que essa transição aconteça com tranquilidade, responsabilidade, integridade e informações integras de maneira transparente e também de maneira célere.

 

“Porque nós já estamos a menos de três meses para a posse do futuro governo, mas as informações elas já vêm sendo sistematicamente organizadas durante a nossa gestão. Então agora ao meu lado dentro dessa comissão estarão os secretários de fazenda, de planejamento, de gestão, a Procuradoria e a Controladoria”, pontuou.

 

Ciro relatou que este será o time de trabalho que estará à disposição de Mendes para preparar essa transmissão de mandato de maneira que a sociedade não sofra e não perceba, para que o serviço público continue fluindo naturalmente.

 

O secretário ainda informou que estando a menos de três meses para a finalização das obras restantes, o governador está atuando para concluir com total atenção as contas públicas, o equilíbrio fiscal, mas também analisa as necessidades públicas que estão acontecendo, exemplo disso, são as obras de rodovias que estão em andamento que mesmo em período de chuva, algumas obras permitem a sua conclusão.

 

“Para facilitar a região metropolitana de Cuiabá, nós temos as duas saídas para Chapada dos Guimarães e também para a Guia, são obras que estão no nosso cronograma de entregar com devida iluminação com a trincheira, esse é um dos exemplos”, disse.

 

Já na área da saúde, Ciro garantiu que o governo irá terminar os dois hospitais regionais de Sinop (a 503 km de Cuiabá) e Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá) em dezembro. E que a missão dada para quatro anos será cumprida com o mesmo empenho e entusiasmo de janeiro de 2015.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Outubro 2018

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br