Cuiabá, 18 de Janeiro de 2020

POLÍTICA
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019, 16h:15

"FOI A DECISÃO DA MAIORIA"

Botelho defende aprovação da LOA em plenário e diz que Mendes precisa respeitar a AL

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Roger Perisson)

Depois dos deputados estaduais aprovarem o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2020, em primeira votação, nesta quarta-feira (27), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (DEM), comentou a atitude do governador Mauro Mendes (DEM) em pedir aos parlamentares para retirar a LOA de tramitação. Para Botelho, Mendes tem que aceitar a democracia. “Foi a decisão da maioria”, disse.

Os deputados aprovaram o projeto em sessão noturna desta quarta, no entanto, antes da votação começar no plenário, Mendes teria pedido aos parlamentares suspendessem a tramitação do projeto, pois "não seria bom para o Executivo".

“O governo pode, durante o andamento, alterar a LOA se ele entender que tem que fazer modificações, mas retirar de tramitação, não”, disse o presidente da Casa de Leis.

Botelho esclareceu que a relação entre a Assembleia e o Governo do Estado é “boa” e não tem nada estremecido”, porém, os deputados decidiram aprovar o projeto.

“Está tendo diálogo entre o Governo e a Assembleia. Foi só um projeto que teve esse entendimento. Acho o seguinte: foi feito o que tinha que ser feito. Houve esse entendimento e temos que respeitar. Eu, como presidente, respeito o que a maioria votou, então, tem que respeitar. Para isso que existe a democracia”, reafirmou o presidente.

O parlamentar explicou que, para aprovar, os deputados fizeram a devida análise. Para ele, a intenção do Governo é enviar um substitutivo da LOA 2020 e, caso envie, cabe ao próprio Botelho decidir se acata ou não.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE