Cuiabá, 24 de Abril de 2019

CIDADES
Quinta-feira, 01 de Novembro de 2018, 09h:00

NO DSEI NA CAPITAL

Em manifestação, indígenas cobram investimentos na saúde em aldeias

Da Redação

(Foto: Eliane Xunakalo/Arquivo pessoal)

manifestação índios - saúde.jpeg

 

Nesta quarta-feira (31), índios de várias etnias fizeram uma manifestação no Distrito Sanitário Indígena de Cuiabá (Dsei), nesta quarta-feira (31), para cobrar investimentos na saúde nas aldeias.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, o órgão está mantendo diálogo com as lideranças indígenas para tentar resolver o problema e ampliar ações de saúde nas comunidades.

 

Os índios alegam que houve redução no número de agentes de saúde para prestar serviço nas comunidades indígenas. Além de informarem que algumas medidas foram tomadas que desfavoreceram a população indígena.

 

Para tentar um acordo, os indígenas solicitaram uma reunião com o coordenador do Dsei.

 

Representantes dos povos Paresi, Nhambikuara e Myky protocolaram uma carta no Ministério Público Federal (MPF), no mês passado, listando todas as necessidades das comunidades no atendimento do Dsei de Cuiabá. 

 

Na carta, além de pedir uma audiência com o MPF e com representantes do Ministério da Saúde, eles relatam a situação precária da Casa de Saúde Indígena de Cuiabá (Casai). 

 

“Falta material hospitalar, falta manutenção nos polos base, faltam alimentos, falta material odontológico, investimento na estrutura hidráulica e elétrica dos polos, assim como materiais de limpeza e alimentos”, diz trecho da carta. 

 

Quanto à falta de insumos, o Ministério da Saúde informou que o orçamento da Secretaria Especial de Saúde Indígena passou de R$ 431,5 milhões em 2011 para R$ 1,6 bilhão em 2017.

 

O Dsei de Cuiabá é responsável pela atenção básica de saúde de 10 povos. São eles: Bororo, Irantxe, Myky, Paresi, Bakairi, Umutina, Nhambikuara, Enawene-nawê, Guatós e Chiquitanos.

 

No total, a unidade atende uma população de quase 7 mil indígenas, de 120 aldeias, em uma área de abrangência de 16 municípios.

 

(Com informações do G1)


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE