Cuiabá, 18 de Novembro de 2019

POLÍTICA
Sábado, 07 de Setembro de 2019, 15h:05

QUEDA DE BRAÇO

Secretário afirma que Estado deve mais de R$ 55 milhões à Saúde de Cuiabá

Única News
Da Redação

(Foto: Sicom)

Ao assumir definitivamente a pasta da Secretaria Municipal de Saúde, o secretário Luiz Antonio Pôssas de Carvalho tem mostrado que está firme no propósito de regularizar as contas da SMS e com isso conseguir poder cumprir com a determinação do prefeito Emanuel Pinheiro, que é o de virar a página da saúde pública de Cuiabá, entregando à população serviços humanizados, ágeis e de qualidade.

Antes de sair da pasta da Procuradoria Municipal, Pôssas notificou o Estado a se posicionar em relação à dívida de aproximadamente R$ 60 milhões que o Governo tem com o Município, sob pena de sofrer judicialização. Uma pequena parcela desta dívida foi paga, e atualmente o débito é de R$ 55,8 milhões.

Em 2016 a dívida total deixada pelo Estado foi de R$ 10.892.497,54, referente às competências de janeiro a dezembro para serviços de Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, MAC Assistência (para UTIs, Média e Alta Complexidade, Ginecologia e Obstetrícia, Cirurgias Cardíacas Pediátricas e Neonatal),MAC Assistência para UPAs, e para Portarias que destinam recursos para o Pronto Socorro e Cirurgias Cardíacas com Toracotomia.

No ano de 2017 o débito do Estado ficou em R$ 5.850.000,00, também referente às competências de janeiro a dezembro para serviços de Atenção Básica, Assistência Farmacêutica, MAC Assistência para UPAs, e para Portarias já citadas anteriormente.

O maior débito do Estado é do ano de 2018, que soma um total de R$ 22.862.519,52 , referentes às competências de janeiro a dezembro para os mesmos serviços descritos sobre o ano de 2016. E ainda há um débito de R$ 16.272.678,01, referentes às competências de janeiro e fevereiro de 2019 para os mesmos serviços.

“O prefeito Emanuel Pinheiro sempre entendeu as dificuldades financeiras que o Estado tem passado e até já se colocou à disposição para ajudar o Governo. Mas essa dívida não pode ser perdoada, nem esquecida, uma vez que esse dinheiro é da população. É da saúde do cidadão cuiabano que estamos falando. O prefeito reforça que o Governo do Estado têm uma dívida com o povo cuiabano, não com o Município e que vai lutar para receber até o último centavo ao qual a população têm direto. Vale lembrar também que quase 70% dos pacientes da Saúde municipal são oriundos de outras cidades, o que reforça o compromisso que o Estado têm com a saúde de Cuiabá”, comentou o secretário Pôssas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE