Cuiabá, 18 de Fevereiro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 03 de Maio de 2018, 12h:53

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

Dono de hospital denuncia incorporadora por uso indevido de CNPJ do Jardim Cuiabá

Da Redação

(Foto: Divulgação)

hospítal jardim Cuiabá.jpg

 

Foi registrado nesta quinta-feira (03), um Boletim de Ocorrência, pelo médico Arilson Arruda, sócio proprietário do Hospital Jardim Cuiabá, contra suposta fraude que estaria sendo cometida pela empresa Importadora e Exportadora Jardim Cuiabá, que passou a administrar desde o dia 19 de abril ,as atividades na unidade hospitalar.

 

De acordo com as informações contidas no B.O. a empresa estaria utilizando de forma indevida o CNPJ do hospital.

 

O Hospital Jardim Cuiabá (HJC), de propriedade de Arilson, por força de decisão judicial, teve seu contrato de arrendamento de imóveis e moveis firmado com a Importadora e Exportadora Jardim Cuiabá, rescindido. Porém, segundo o empresário, a incorporadora passou a utilizar indevidamente o CNPJ da unidade, emitindo notas fiscais e mantendo relações comerciais com alguns fornecedores.

 

Arilson ainda revela que teria em seu poder notas fiscais que comprovariam o suposto crime praticado pela Importadora e Exportadora Jardim Cuiabá. A nota foi emitida à empresa White Martins na última segunda-feira (30) no valor de R$ 13.143,09 mil.

 

Em trecho do boletim, o médico afirma que a prática realizada pela incorporador tem gerado enormes prejuízos a ele e aos seus sócios, 'gerando perigo de dano irreparável, na medida em que vê a continuidade de suas atividades ameaçadas'.

 

Ainda lembrando que a empresa White Martins teria  conhecimento que o Hospital Jardim Cuiabá requereu a suspensão do seu contrato de prestação de serviço. (Com informações do VG Notícias)

 

Nota foi emitida à empresa White Martins 

 

(Foto: Ilustração)

HOSPITAL JARDIM CUIABÁ-DOCUMENTO.jpg

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE