Cuiabá, 11 de Dezembro de 2018

REGRAS DO COMANDO

Segunda-feira, 12 de Março de 2018, 16h:23 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Salve do Comando Vermelho proíbe uso de drogas em escola na Capital

Daffiny Delgado

Foto: Reprodução

vídeo de alunos salve do cv

 

O vídeo de mais um "salve", onde supostos membros da facção do Comando Vermelho (CV), aparecem chamando a atenção de usuários de drogas, em uma escola na capital, devido a uma denúncia de que os menores, estariam comercializando e fazendo o uso de drogas nas dependências da unidade.

 

Nas imagens aparecem vários jovens, possivelmente menores de idade, que supostamente estariam comandando ação criminosa dentro da escola. Os representantes do CV não aparecem, mas eles cobram e ameaçam os envolvidos, caso a situação se repita.

 

De joelhos e com as duas mãos para trás, pelo menos 16 alunos aparecem na quadra de esportes da unidade escolar, onde são informados sobre as leis da facção.

 

“É melhor nós vim aqui do que os Homens, e levar vocês algemados pra casa. Na segunda vez que nós pegar vocês fumando maconha aqui, nós vamos quebrar vocês tudo no pau. Se tiver irmão envolvido, vai arrumar uma disciplina grande também, porque hoje em dia, a polícia não resolve mais nada, quem resolve aqui é o Comando”, disse criminosos.

 

Um dos membros afirma que primeiro estão indo só dar o aviso. Ele diz no vídeo que essa "visão", sobre a proibição do uso de drogas nas escolas, já tinham sido avisados anteriormente, e que após a ida deles na escola, essa situação não iria se repetir.

 

“Aqui estuda criança especial. Tô mentindo? Filho de preso. O guardinha foi falar para vocês pararem de fumar maconha, vocês falaram que tem biqueira cadastrada, que p...* é essa? Quem que tem biqueira cadastrada? Eu vou chamar o guardinha ali, ele vai provar, e não adianta ir lá ameaçar o guardinha depois, não, que nós vai voltar e vai ser daquele outro jeitão. Entendeu? Só uma visão que nós passa”, completou.

 

Apesar do vídeo, as informações sobre a ida dos membros do CV em alguma escola na Capital, ainda não foram confirmadas. No entanto, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), informou por meio de nota que na manhã desta segunda-feira (12), se reuniu com investigadores da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Judiciária Civil – que atendeu a uma denúncia de notícia-crime, e que o caso será investigado para saber se os jovens que aparecem na gravação são, realmente, alunos no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Prof. Almira de Amorim Silva.

 

Integra da Nota:

 

Sobre o vídeo que circula pelas redes sociais no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Prof. Almira de Amorim Silva, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) informa que:

 

1 – Na manhã desta segunda-feira (12), uma equipe da Secretaria se reuniu com a gestão da escola e com investigadores da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Judiciária Civil – que atendeu a uma denúncia de notícia-crime;

 

2 – A própria autoridade policial registrou Boletim de Ocorrência e iniciou as investigações sobre o caso, a fim de identificar os envolvidos e se os jovens que aparecem na gravação são, realmente, alunos da instituição;

 

3 – A Secretaria ressalta que cabe às autoridades policiais a investigação e esclarecimento dos fatos. Para tanto, fornecerá todas as informações e apoio necessário para elucidação dos mesmos;

 

4 – Sobre as ações pedagógicas no ambiente escolar, a Seduc destaca tem desenvolvido atividades integradas para reduzir a evasão escolar, combater a indisciplina, a infrenquência e a infração no ambiente escolar;

 

5  – Criou também o projeto Anjos da Escola que atua em parceria com a Rede de Proteção Integral, formada por órgãos como Ministério Público (Vara da Infância e Juventude, PROCEVE); Poder Judiciário-MT (Núcleo de Mediação e Conciliação de Conflitos); Defensoria Pública (Núcleo de Mediação e Conciliação de Conflitos); SES-MT - Programa de Saúde na Escola (PSE); SSP: Polícia Militar (Rede Cidadã, Proerd, Batalhão Escolar) /Polícia Civil (Delegacia da Infância e Juventude); Conselho Tutelar; e CRAS);

 

6 – Por fim, a Seduc reafirma seu compromisso com a qualidade do ensino e segurança dos cerca de 400 mil estudantes da rede estadual, das suas 763 unidades escolares, e esclarece que, assim como a gestão do Ceja Almira, não compactua com atos de violência e constrangimento como os registrados.

 

Justiça do CV

 

Nos últimos dias, diversos vídeos vêm sendo divulgados nas redes sociais, onde membros do Comando Vermelho de Mato Grosso, aparecem "fazendo justiça" diante de alguns crimes no Estado.

 

Um dos vídeos que mais chamou a atenção, foi onde os "justiceiros" do CV aparecem decepando a cabeça de dois homens, supostamente envolvidos na morte da grávida Viviane Silva Ângelo, 18 anos, encontrada morta na região da Ponte de Ferro, em Cuiabá.

 

Em outra oportunidade, um jovem é gravado levando uma surra, de fios de alta tensão, pedaços de madeira e cintos, por supostamente ter batido em sua mãe.

 

Em todos os vídeos, os criminosos afirmam que a Justiça no Brasil não vale nada, e quem pode oferecer isso seria o comando.

 

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Nov 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br