Cuiabá, 23 de Janeiro de 2021

CIDADES
Sábado, 28 de Novembro de 2020, 10h:02

NO PARQUE CUIABÁ

Mulheres são amarradas e ameaçadas após terem casa invadida em Cuiabá; uma foi estuprada

Única News
Da Redação

(Foto: PM-MT)

Duas mulheres foram mantidas reféns, após terem a casa invadida por dois homens armados com facas, no bairro Parque Cuiabá, na noite dessa sexta-feira (27). Os criminosos foram bastante violentos durante o assalto e uma das vítimas acabou sendo estuprada por um criminoso. Eles fugiram levando objetos pessoas das duas.

As vítimas, de 33 e 28 anos, estavam em casa, quando por volta das 14h30, foram surpreendidas por dois homens no quintal. Cada um com uma faca em punhos e com a mão na cintura, como se tivessem armados com revólver. Assustada, uma das vítimas gritou, mas foi ameaçada.

Elas foram obrigadas a deitar no chão enquanto a vítima mais nova foi amarrada com uma corda. Ela chegou a pedir para que a amiga não fosse amarrada, pois sofre de pressão alta. Um dos bandidos levou a vítima amarrada para outro quarto, enquanto a outra era refém do segundo suspeito.

Durante o sequestro, os bandidos diziam que iam matar as vítimas, pediam dinheiro, objetos de valores e lembravam o tempo todo que o pai de uma delas tinha dinheiro. Enquanto a vítima mais velha era ameaçada pelo assaltante, a outra era mantida dentro de um quarto e não sabia o que se passava por lá.

Em certo momento, um dos suspeitos se distraiu, a vítima conseguiu pegar uma panela de pressão na cozinha e passou a agredir o criminoso, fugindo para fora da casa pedindo por ajuda. Momento em que os suspeitos fugiram da casa.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegou ao local, encontrou as vítimas aos prantos. Uma delas, a que estava amarrada no quarto, contou que foi estuprada pelo assaltante, que o tempo todo usou uma faca e ameaças de morte para cometer o crime.

Eles fugiram levando chaves da casa, de uma moto, celulares, mas deixaram vários objetos que estavam em uma mochila para ser levada. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para uma unidade de saúde.

O caso foi registrado pela PM, mas será investigado pela Polícia Civil.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE