Cuiabá, 18 de Fevereiro de 2019

VOLTA AO MUNDO
Quarta-feira, 11 de Julho de 2018, 09h:25

JUSTIÇA

Para integrantes do STJ, presidente do tribunal 'enquadrou' desembargador que mandou soltar Lula

Por Gerson Camarotti

(Foto: Agência Brasil)

lula (1).jpg

 

A decisão da ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), de negar liberdade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi vista entre integrantes da Corte como uma forma de "enquadrar" o desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da Quarta Região.

No domingo, Favreto mandou soltar Lula, passando por cima da decisão do TRF-4, que condenou Lula no início deste ano.

A avaliação no STJ é a de que o despacho de Laurita Vaz foi um duro recado ao comportamento de Favreto, por ele não ter respeitado não só o colegiado do TRF-4 como, também, o STJ e o Supremo Tribunal Federal, que já havia negado conceder habeas corpus a Lula.

O despacho também foi visto como uma sinalização de que há a tendência de Laurita Vaz aceitar o pedido da Procuradoria Geral da República para que novas análises sobre o caso fiquem somente com o STJ.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE