Cuiabá, 06 de Dezembro de 2019

VARIEDADES
Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019, 13h:21

INFLUENCER

Bruna Unzueta chora ao falar sobre depressão no Instagram

Quem News

(Foto: Reprodução/Instagram)

Bruna Unzueta, influencer com mais de 1,3 milhões de seguidores, chorou ao desabafar no Instagram sobre ter depressão e sobre críticas ao seu corpo. Tudo começou quando a blogueira compartilhou mensagens que recebeu de uma seguidora. Em seu direct, uma garota disse que estava fazendo uma "crítica construtiva" ao dizer que ela tem o rosto lindo, mas que ficaria mais bonita se emagrecesse.

Ela começa explicando que esses comentários não são construtivos, mas sim maldosos, e podem ser gatilhos para muitas pessoas. "Quando eu comentei aqui, mencionei sobre o gatilho. Isso é muito forte. Não que eu nunca tenha recebido mensagens assim, já recebi várias, mas se ela tivesse me mandado isso há dois meses atrás, certamente me abalaria muito mais. Ficaria triste, querendo me esconder", disse.

 

"Já cancelei vários compromissos porque me sentia mal com meu corpo. Desde o começo do ano, quando comecei a engordar, cancelava compromissos, eventos, porque via que não tinha roupa, não me servia legal, e ficava cada vez pior", conta. "Aquele lance de padrão, sabe? Eu me culpava por ter engordado e não conseguir mais entrar em manequim 36. Esse padrão quem impõe é esse tipo de pessoa, que fez essa 'crítica construtiva', e eu achava que essas pessoas estavam certas."

Ela contou que chegou a fazer algumas dietas, frequentava academia e mesmo assim não sentia mudanças no corpo, até que começou a prestar mais atenção em seus sintomas e conversou com a amiga Mariana Sampaio, também uma influenciadora. "Ela falou que preguiça não é normal. Ter preguiça um dia ou dois, tudo bem, mas todos os dias ter preguiça de levantar, preguiça de viver, não é normal. Foi através dela que fui procurar ajuda psiquiátrica."

Para Bruna, a terapia não funcionava pois ela se sentia mal em revirar o passado. Ela conta que chegou a tentar algumas vezes, mas sempre parava por não sentir resultado. Então, resolveu buscar um psiquiatra. Após explicar seus sintomas e tudo que estava sentindo, o médico a diagnosticou com depressão atípica.

"Meu quadro é bem forte, mas estou sendo tratada e medicada, e estou me sentindo muito, mas muito bem. Tem melhorado muito, tem me ajudado em tudo, no meu trabalho, na minha vida pessoal, na minha vida amorosa, na minha vida com minha família", contou ela, em lágrimas.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE