Cuiabá, 24 de Setembro de 2018

ENTREVISTADO DA LIVE

Sexta-feira, 20 de Julho de 2018, 10h:54 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Senador diz que não criou um "personagem" para representar Mato Grosso

Claryssa Amorim
Da Redação

(Foto: Roger Perisson)

Jose? Medeiros - 29.jpg

 

Em entrevista ao vivo, nesta sexta-feira (20), na Live no Facebook do site Única News, o convidado senador José Medeiros, do Podemos, assegurou que em Brasília, está lutando por Mato Grosso. Para ele, o melhor perfil de um político para representar seu Estado, não é fazer um “personagem”, mas sim “ser você mesmo”.

 

Pré-candidato a reeleição, Medeiros vem coordenando nesta corrida eleitoral, a 'Frentinha'. O grupo é composto por seis partidos - Prós, PHS, DC, PMN, Avante, PRP. E, ainda que sejam conhecidas como siglas nanicas, juntas vêm ganhando força e voz, já tendo se reunido com os principais pré-candidatos que vão disputar a governadoria do Estado - Mauro Mendes (DEM), Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR).

 

Medeiros lembra que ao chegar em Brasília, como senador, ele foi instruído a criar o seu próprio “personagem” para saber lidar com a população e a política. Ele brinca que é uma pessoa normal, “responsável” e “flamenguista”, mas que tem o objetivo de representar Mato Grosso no Distrito Federal (DF).

 

“Quando cheguei em Brasília, mandaram eu fazer um monte de coisa, até cursos, de que seria ideal para eu criar um personagem para então, podermos vender o produto. Logo me posicionei dizendo: esquece, eu vou ser o José, eu mesmo”, declarou.

 

Ele destaca que como senador, está fazendo o “possível” para resolver as dificuldades de Mato Grosso. Para ele, a população não é “cliente” para um político vender seu produto a ela, mas sim pessoas que que tem o direito de ter um Estado que atende as suas necessidades.

 

“Sou um flamenguista que se preocupa com o Estado e sei o meu papel de tentar resolver as dificuldades em todos os aspectos. Meu trabalho em Brasília está sendo muito bem feito, estou lutando por Mato Grosso”, assegurou.

 

Sobre as eleições, deste ano, ele espera que a população vote com sabedoria, pois reconhece, que as pessoas estão desacreditadas com a política, não só de Mato Grosso, mas sim do Brasil. Para ele, acaba afetando nas votações.

 

“Eu vejo que hoje, as pessoas não estão mais preocupadas com as eleições. Uns votam por votar, outras até conscientes, mas tem aquelas que sentem um turbilhão de emoções e acabam não votando”, lamentou.

 

O senador incentiva que aqueles que não “querem mais saber de política”, não deixe de votar, pois é um direito de escolher quem vai comandar seu Estado. Para ele, as eleições deste ano, é margens de uma “nova era”, pelo afastamento das pessoas com a política.

 

“O eleitor não pode dizer que não vão votar, não é bom isso. É só pesquisar se o seu candidato de preferência é ideal para ser votado. Estude sobre ele, puxe a capivara, tem que ser olhado antes de escolher alguém para votar. Acontece que as pessoas não se sentem mais representados pelos políticos. Algumas pessoas que estão na política, acabam cometendo crimes e isso reflete nos partidos. Temos que saber representar o nosso Estado”, destacou.

 

Medeiros foi um dos 31 ex-aliados do governador Pedro Taques, a assinar carta manifesto, explicando as razões pelas quais não apoiariam a reeleição do tucano.

 

Para muitos analistas políticos, Medeiros vem tendo sua imagem cada vez mais cristalizada como um político novo, de ideias modernas e que não leva desaforo para casa.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br