Cuiabá, 19 de Junho de 2018

MUDANÇA NO STAFF

Quarta-feira, 14 de Março de 2018, 09h:18 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Elizeth se antecipa e pede demissão; Pinheiro anuncia Huark Corrêa como secretário

Da Redação

(Foto: Luiz Alves/Secom/Prefeitura)

prefeito-emanuel pinheiro.jpg

 

Como já esperado o prefeito de Cuiabá, o emedebista Emanuel Pinheiro nomeou interinamente o diretor-geral da Empresa Cuiabá de Saúde Pública, o médico Huark Douglas Correia, para a Secretaria de Saúde do Município. Huark assume o cargo de Elizeth Araújo. 

 

Assim, a surpresa ficou por conta da saída da secretária Elizeth Lúcia Araújo - que antecipou sua saída da secretaria, após as informações circularem durante todo o dia que seria exonerada ainda nesta última terça-feira (13) e substituída pelo gestor emedebista -, em meio as mudanças que deveriam ser anunciadas ontem por Emanuel.

 

Aliás, já há alguns dias, o gestor cuiabano vinha prometendo anunciar uma profunda reforma na cúpula da Secretaria de Saúde com a troca de 11 servidores. Mas a crise dos medicamentos, denúncia no Pronto Socorro e ainda eventos como falta de remédios em várias policlínicas da Capital e a invasão da UPA do Morada do Ouro acabaram antecipando a decisão sobre a saída da gestora de saúde. 

 

A alegação para a saída seria a falta de harmonia interna entre a equipe mas, segundo informações de bastidores, além da falta de medicamentos nas UPAs e policlínicas, o adjunto Milton Correa e a secretária estavam em rota de colisão prejudicando os trabalhos da pasta.

 

Huark Douglas Corrêa assume com uma vasta folha de serviços na área e de acordo com Pinheiro, com o objetivo de se dedicar a uma saúde de qualidade, 'eficiente  e com uma dinâmica que potencialize todo atendimento de maneira unificada para que a população receba o melhor atendimento', afirmou o prefeito. Huark estava responsável pela direção do Hospital São Benedito.

 

'Ele tem a missão de dar sequência ao trabalho, potencializando o fortalecimento da atenção básica e secundária, as obras do novo Hospital e Pronto-Socorro de Cuiabá e demais unidades de saúde e a equalização do problema no processo de compra e distribuição dos medicamentos, que é o que mais angustia a população neste momento, garantir pleno abastecimento na rede pública municipal de Saúde'.

 

Emanuel ainda pontuou que a troca faz parte da dinâmica da gestão, que é de buscar sempre desenvolver o melhor serviço para atender os cidadãos cuiabanos e que dentro disso a ‘reoxigenação’ da equipe é de suma importância para o processo de construção de um novo ciclo. O chefe do Executivo também parabenizou a secretária Elizeth Araújo pelos serviços prestados e toda dedicação desde que assumiu a Saúde logo no inicio da Saúde.

 

“É um processo de mudança totalmente normal, que acontece em todas as gestões e vem para somar ao que já estava sendo executado dentro da pasta, que agora será sequenciado por uma nova equipe, com a missão de levar a saúde para o mais próximo possível da população, em uma gestão 100% humanizada, com os integrantes da equipe sendo agentes na ligação entre o cidadão e a gestão, e tenho certeza, que o grande profissional Huark, desempenhará da melhor maneira possível. Parabenizo e agradeço a secretária Elizeth e toda sua equipe, que realizaram o trabalho até o presente momento com a máxima dedicação, com seriedade e presteza. Mas agora eu quero construir um novo ciclo para a saúde de Cuiabá”, reiterou o prefeito.

 

“Esse novo formato foi pensando para que se possa alcançar essa saúde mais próxima da população. Com ela em prática, o secretário consegue acompanhar com mais qualidade as demandas e atender as necessidades dos cuiabanos na esfera da saúde, diminuindo o déficit do sistema de saúde da Capital. Taques vem para desenvolver, ao comando o Huark, essa nova logística, e, tenho certeza, que com muita competência”, disse.

 

Para Huark, a oportunidade de poder contribuir com esse novo momento que o prefeito traçou para a Saúde é muito valioso ao crescimento profissional em um processo de troca de conhecimento com todos, ajudando na construção da missão proposta. “Só tenho agradecer por este voto de confiança do prefeito à minha pessoa. E quero, junto com toda equipe, desenvolver os trabalhos da melhor maneira possível, atendendo ao que a gestão atual determina de que seja um sistema dignificado à população. Celeridade e eficiência, tenho certeza, farão parte do nosso trabalho à frente da Secretaria”, concluiu Correia.

 

Formado pela Universidade Federal de Goiás ( UFG), em 1998, o médico intensivista é servidor público da Saúde Municipal desde 2004 e já atuou em várias frentes de trabalho desta e também da Saúde do Estado de Mato Grosso, sempre prestando um serviço de excelência por onde passo. 

 

O profissional exerceu, além de secretário de Saúde em 2012, os cargos de secretário de Planejamento e Operações da Saúde do Município, superintendente dos hospitais da Secretaria de Saúde da Capital, diretor Clínico do Hospital e Pronto-Socorro, coordenador da Central de Regulação do Estado, coordenador do Samu e secretário-adjunto de Estado de Saúde.

 

Também sairam de seus cargos vários diretores e coordenadores. Nas informações que circularam nesta últim a terça estariam os nomes da estrurtura gigante que a secretária teria montado ao seu entorno. Assim estariam cotados para deixarem os cargos Larissa Raquel (Atenção Básica), Marinete de Araújo Meira (Rede de Avaliação), Mônica Souza (Rede Administrativa), Elizete Ferreira de Souza (Rede administrativa no pronto-socorro), Arlete Maria de Sá (Planejamento), Fernanda Laurendes (chefe de gabinete), Cláudia Rodrigues Assunção (Adminsitração e Financeiro), Flávio Eduardo Barbosa (Atenção Secundária).

 

A missão dos próximos dias é montar a nova equipe e dar sequência aos trabalhos, potencializando os serviços e se dedicando as medidas de emergências, como a logística na compra e distribuição de medicamentos para a rede pública de saúde, como já citado. Dentro da logística, já existe um processo licitação em curso de 130 milhões, onde 70 milhões já foram homologados, com o preço abaixo do mercado nacional. O restante - 60 milhões - ainda está em processo e deve ser resolvido nos próximos dias.

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br