Cuiabá, 19 de Junho de 2019

POLÍCIA
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2018, 14h:31

EM RONDONÓPOLIS

Dois são presos por assalto e manter três reféns; populares aplaudem PMs

Luana Valentim

Foto: (Assessoria PM)

Iego

 

Dois jovens identificados como Iego Norato Moreira de Paula e Welliton Brito da Silva, ambos de 19 anos foram presos em flagrante pela Polícia Militar nesta quarta-feira (10), após assaltarem uma residência mantendo três reféns no bairro Santa Clara 2, em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá).

 

A PM foi acionada via Ciosp onde receberam a informação sobre o assalto e que os suspeitos ainda estavam no local. Ao se deslocarem, avistaram um deles na frente da residência em posse de uma arma de fogo – aparentando ser um revólver calibre 38 – que ao ver a viatura correu para o fundo da casa.

 

Os suspeitos então pularam o muro deixando três vítimas amarradas na casa. Os reféns estariam trabalhando como pedreiros no momento em que ocorreu o assalto.

 

Em seguida, os bandidos roubaram um veículo de outra residência para poderem fugir dos militares que pediram apoio das demais viaturas para poderem efetuar a prisão.

 

Após a fuga e intenso acompanhamento, os policiais conseguiram abordar o veículo e os suspeitos. Eles estavam em posse de duas armas de fogo, aparentando ser um revólver calibre 38 e um revólver calibre 22.

 

Em seguida, os rapazes foram conduzidos a Delegacia de Polícia Local, juntamente com o veículo que haviam roubado, as armas de fogo, além de jóias e dinheiro que estavam em posse dos suspeitos para que sejam adotadas as devidas providências.

 

Durante a ação, um internauta gravou um vídeo mostrando o momento em que os PMs prenderam os bandidos. Após, comerciantes, testemunhas e pessoas que passaram pelo local aplaudiram a ação dos policiais.

Foto: (Assessoria PM)

IEGO

 

 

Veja o Vídeo: 

 

 

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE