Cuiabá, 26 de Setembro de 2020

POLÍTICA MT
Segunda-feira, 18 de Maio de 2020, 15h:21

CONFUSÃO

Ulysses é acusado de criar ‘memes’ sobre outros deputados e diz que foi ameaçado

Euziany Teodoro
Única News

Fablicio Rodrigues / ALMT

O deputado estadual Ulysses Moraes (DC) pode se tornar alvo de investigação disciplinar na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa, por, supostamente, ter criado “memes” e espalhado fake news sobre outros deputados na internet. As acusações foram feitas pelo colega Oscar Bezerra, em sessão na última semana.

Em entrevista ao Única News, Ulysses negou que seja responsável pela produção do conteúdo à internet e revelou que sofreu ameaças de Oscar no grupo de Whatsapp dos deputados estaduais.

“Essas denúncias são apenas para tirar o foco. Essas acusações não são verdadeiras e, ainda que tenham sido produzidas, deve ter sido por algum outro grupo”, disse Ulysses.

De acordo com Ulysses, no áudio enviado ao grupo de Whatsapp, Oscar Bezerra teria sugerido “partir para as vias de fato”, ao que ele respondeu.

“Primeiro que o Oscar mandou um áudio intimidatório pra cima de mim e falei pra ele que se ele quis dizer, nesse áudio, que as ameaças são para as vidas de fato, então o lugar dele não é no parlamento, é na cadeia”, disparou.

O deputado Oscar Bezerra, que é suplente de Faissal Calil, pediu que Ulysses divulgue o áudio para comprovar as acusações. “É só ele divulgar o áudio. Falar, até papagaio fala. Manda ele divulgar o áudio que tem a ameaça e vão ver o charlatão que ele é”, afirmou à reportagem.

Ele reafirma que foi, sim, Ulysses e sua equipe que montaram memes e divulgaram na internet. “Foi ele que fez isso. Eu ia denunciar na Comissão de Ética, mas infelizmente Faissal decidiu encerrar a licença e não estarei mais na Assembleia essa semana. Mas quem sabe algum outro deputado se manifesta sobre os ataques que ele faz”, disse.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE