Cuiabá, 01 de Abril de 2020

POLÍTICA
Quinta-feira, 26 de Março de 2020, 12h:16

ATÉ 5 DE ABRIL

Pinheiro discorda de novo decreto que prevê reabertura do comércio e mantém rigor em Cuiabá

Euziany Teodoro
Única News

(Foto: Gustavo Duarte)

O prefeito Emanuel Pinheiro emitiu nota em resposta ao novo decreto publicado hoje (26) pelo governador Mauro Mendes e afirmou que o isolamento social, assim como todas as demais medidas de prevenção ao Coronavírus, está mantido em Cuiabá até o dia 5 de abril.

“Pautado na responsabilidade de salvar vidas e de proteger à população, o prefeito Emanuel Pinheiro respeita as decisões do Governo de Mato Grosso, anunciadas na manhã de hoje (26), mas reafirma o entendimento pela necessidade de manutenção do isolamento social, como principal estratégia de combate à disseminação do novo Coronavírus”, diz a nota.

Segundo o prefeito, as ações já implementadas na Capital, “por mais drásticas que possam parecer inicialmente”, respaldam-se em protocolo da Organização Mundial da Saúde e diretrizes técnicas de especialistas, inclusive do Ministério da Saúde.

“Com monitoramento diário vigoram, nessa primeira fase, até 5 de abril, podendo ser prorrogadas. Somente após essa data e avaliado seus resultados iniciais é que serão estabelecidas novas medidas pela Prefeitura Municipal, principalmente em virtude de a espiral de crescimento da infecção que deverá ocorrer no mês de abril, conforme projeções do Ministério da Saúde”.

Para o prefeito, todas as decisões já efetivadas objetivam o cuidado e a proteção da saúde e da vida das pessoas, especialmente com aqueles mais carentes e os que estão inseridos no grupo de risco.

“O vírus não circula. Quem circula são as pessoas. Por isso, cuidar da sua saúde, cuidar das pessoas é tão fundamental. Cuiabá não pode sucumbir. Nesse momento não há atividade econômica que prevaleça à vida. A economia será recuperada, em um esforço conjunto, mas os munícipes merecem ações firmes e assertivas em defesa do cidadão. Primeiro cuidamos da população, depois recuperamos a economia.”

O prefeito Emanuel Pinheiro reafirma que em meio a tantas incertezas, há uma percepção unânime: é necessário agir. “Lidamos com uma questão global e os modelos de gestão, obrigatoriamente, devem ser reavaliados. Não podemos ter como prioridade a economia. A prioridade é a vida. Sigo consciente de que meu embate é contra o novo coronavírus e continuarei nesse enfrentamento em defesa de cada cidadão cuiabano”.

Por fim, o prefeito de Cuiabá conclama toda a sociedade e pede o apoio ao Governo do Estado, Poder Judiciário, Poder Legislativo, Tribunal de Contas do Estado, ao Ministério Público e à Defensoria Pública, Associação Mato-grossense dos Municípios e demais instituições.

“É fundamental a união de todos, em especial dos poderes e instituições, para essa cruzada contra a COVID-19 e em defesa da cidadania e da dignidade da pessoa humana.”


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Sergio   26-03-2020 13:34:38
Esta politização na crise do corona vírus é que vai colapsar a saúde e a economia de Cuiabá. Governo e Prefeitura sentaram, conversaram, fizeram um alinhamento em conjunto. Agora o Prefeito por ato político coloca um posicionamento contrário ao decreto, que diga-se de passagem prevê a continuidade do isolamento, porém vertical e com a abertura de algumas atividades econômicas que são inerente entre si. O problema do Brasil não parece ser p corona vírus mas, o politiques vírus...

Responder

1
1

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE