Cuiabá, 04 de Agosto de 2020

POLÍTICA MT
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019, 17h:38

ELEIÇÕES 2018

Novas provas contra Neri Geller por abuso de poder econômico são apresentadas

Única News
Da redação

(Foto: TCE-MT)

O Ministério Público Eleitoral encaminhou à Corregedoria Regional Eleitoral de Mato Grosso, novas provas contra o deputado federal Neri Geller (PP), da ação em que é investigado por abuso de poder econômico nas eleições de 2018. O órgão pediu ainda o cancelamento do sigilo bancário de seu filho, Marcelo Piccini Geller.

Segundo o MP Eleitoral, Neri Geller ultrapassou o limite dos gastos eleitorais doando R$ 1.327 milhão a doze candidatos a deputado estadual de outras coligações em polos regionais.

Para o Ministério Público, “é uma necessidade zelar pela transparência e lisura no financiamento de campanhas eleitorais”. Também destacou que, por isso, é preciso investigar mais profundamente a conta financeira do filho do deputado.

“Verificou-se uma intensa movimentação financeira na conta bancária de Marcelo, cujo somatório entre receita bruta e rendimentos declarados em seu Imposto de Renda está muito abaixo da movimentação financeira apurada pelo Coaf”, cita o MP.

Conforme investigações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Marcelo Geller seria a verdadeira fonte das doações eleitorais do então candidato Neri Geller.

O MP Eleitoral aguarda agora a decisão da Corregedoria Regional Eleitoral de Mato Grosso na Ação de Investigação Judicial Eleitoral. Ao final, se julgada procedente pelo Pleno do TRE/MT, além da cassação do mandato, Neri Geller pode ter seus direitos políticos suspensos por até oito anos.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE