Cuiabá, 30 de Maio de 2020

POLÍTICA
Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020, 11h:44

ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Niuan Ribeiro é 1º suplente de Medeiros ao Senado; 2º suplente deve ser do Nortão

Ana Adélia Jácomo
Única News

(Foto: Reprodução)

O vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro (Podemos), afirmou nesta quarta-feira (19) ao Única News que será o 1º suplente ao Senado na chapa encabeçada pelo deputado federal José Medeiros (mesmo partido). A eleição suplementar ocorre em 26 de abril em Mato Grosso.

A segunda suplência ainda será definida nos dias que antecedem a convenção, que ocorre em 12 de março. Ao que tudo indica, segundo Niuan, o segundo suplente da chapa deve ser um nome do Nortão de Mato Grosso.

“A primeira suplência está bem encaminhada, mas é claro que precisa se consolidar na convenção, que é quando se consolida as candidaturas. Mas está bem amadurecido a primeira suplência, sim. A segunda suplência é que não está bem definida. Estamos procurando alguém da região norte do Estado”.

Niuan deixou o PSD em agosto de 2019 e se filiou ao Podemos após convite de Medeiros e da presidente nacional do Podemos e deputada por São Paulo, Renata Abreu. “A gente vai se preocupar primeiro com a eleição suplementar e depois mexer com essa questão da municipal e ver como vai ficar. O foco agora é o Senado”.

Na época, ele deixou claro que se filiou ao partido com o firme propósito de se lançar candidato à Prefeitura de Cuiabá, no pleito que ocorre em outubro. No entanto, afirma agora que sua candidatura majoritária não se trata de um projeto pessoal, mas partidário. Ele afirma que tem total desprendimento e que fará todo o possível para fazer crescer o partido.

“Vínhamos trabalhando alguns nomes. Tem o meu nome, o do ex-prefeito e apresentador de TV Roberto França, que fizemos o convite, e eu tenho conversado com algumas outras figuras também, tenho convidado para virem para o Podemos para lançar a candidatura à Prefeitura de Cuiabá”.

Medeiros enviou nota à imprensa nesta manhã confirmando sua candidatura ao Senado. Ele é do mesmo partido da senadora cassada Selma Arruda e recebe apoio da nacional do partido para entrar na disputa, assim como, do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido).

A convenção do partido será realizada em 12 de março na sede Maçônica Grande Oriente, em Cuiabá, quando efetivamente será homologada a candidatura de Medeiros e de seus dois suplentes.

Vice-líder do presidente da República, Jair Bolsonaro, na Câmara Federal, Medeiros é policial rodoviário federal e foi eleito em 2018 com 82.528 mil votos, sendo o segundo mais votado em Mato Grosso no primeiro pleito que disputou.

O grupo é “Muda Senado”, formado por 21 parlamentares de várias legendas diferentes, como o próprio Podemos, Cidadania e PSL. Eles defendem total renovação política no país e ampla reforma no Judiciário. Esse grupo, segundo informações de bastidores, estaria fechado em apoio à possível candidatura de Medeiros.


1 COMENTÁRIO:







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.

Thiago  19-02-2020 16:42:58
Se antes com o Medeiros já tinha o meu voto, agora com Niuan suplente com certeza. Juntos Podemos mais.

Responder

1
0

MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE