Cuiabá, 05 de Dezembro de 2020

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2020, 11h:25

CIDADE FICOU SEM MÉDICOS

Prefeito de Barra do Bugres demite 365 funcionários públicos após perder a eleição

Única News
Da Redação

(Foto: Reprodução)

O atual prefeito que não se reelegeu a prefeitura de Barra do Bugres (a 165 km de Cuiabá), Raimundo Nonato (DEM), demitiu 365 funcionários públicos, antes mesmo que acabar a sua gestão. A cidade ficou sem médicos especialistas, assistentes sociais, enfermeiros e fisioterapeutas.

De acordo com a justificativa do prefeito, a atitude é um ajuste de contratos para a próxima gestão. "Tem prazo para sair todo mundo. Quando tinha 90 dias entre a eleição e o próximo mandato era uma coisa, agora tem só 45 dias e todo mundo tem que sair junto com o prefeito. Esse é o motivo”, disse Nonato durante uma entrevista.

Barra do Bugres tem apenas uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e um centro de especialidades. Agora com as demissões,está sem médicos cardiologistas, ortopedistas e psiquiatras, além de funcionar meio expediente. No momento, os pacientes mais graves são transferidos para Cuiabá e os partos são realizados no município de Nova Olímpia.

Com uma diferença de 414 votos, Raimundo Nonato perdeu a eleição para o candidato Divino Henrique (PDT). Ele recebeu 6.945 votos, enquanto Divino ganhou a eleição com 7.395 votos.

A notícia da demissão em massa repercutiu em toda imprensa do país.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE