Cuiabá, 05 de Dezembro de 2020

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020, 17h:41

"ATAQUES GRATUITOS"

Pinheiro espera que Mendes honre apoio dos cuiabanos e tenha postura estadista

Euziany Teodoro
Única News

(Foto: Marcus Mesquita)

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), falou ao Única News sobre seu relacionamento com o governador Mauro Mendes (DEM), caso seja reeleito ao cargo. A rusga entre os dois já dura anos e, em muitas ocasiões, tornou incerto o futuro da Capital, que depende de um trabalho conjunto dos executivos estadual e municipal para atender a todo o Estado.

Pinheiro afirmou que espera um comportamento estadista de Mendes, pois governador e prefeito da Capital não precisam “se gostar”, apenas manter um “relacionamento institucional de alto nível”.

“Eu faço qualquer coisa pela minha cidade, para melhorar Cuiabá, para melhorar a qualidade de vida da população e trazer mais obras, projetos e desenvolvimento para a minha terra. Então, eu acho muito recomendável para isso, que as duas maiores autoridades do Estado, governador e prefeito da Capital, independente de se gostarem ou não, de serem amigos ou não, devem ter postura de estadistas, deve ter grandeza de entender que o diálogo institucional de alto nível é necessário para promover as melhorias para a cidade. Fiz isso com Pedro Taques, que era meu adversário, e se precisar fazer com o governador Mauro Mendes, faço sem problemas, porque Cuiabá está acima de tudo”, disse ele, em entrevista à TV Única esta semana.

O prefeito espera que Mauro Mendes honre os votos que tem em Cuiabá, tanto quando foi prefeito, quanto ao se tornar governador, sendo o mais votado na Baixada Cuiabana.

“O governador não tem compromisso comigo, ele tem compromisso com Cuiabá, com a cidade, e isso eu vou cobrar e ele tem que fazer. Ele foi prefeito da capital, conhece os limites e as dificuldades da nossa cidade, foi governador ganhando a maioria dos votos da nossa Capital, então ele tem compromisso com Cuiabá e ele tem que honrar esse compromisso, como eu honrei e estou honrando, fazendo até mais do que prometi.”

Questionado sobre o início dessa rixa entre os dois, Pinheiro diz não saber o motivo. Afirmou que tem apenas reagido, mas não quer dar seguimento às “baixarias”.

“De minha parte eu só sou provocado toda hora. Atacado, atacado. Inclusive na campanha agora, o governador tem me atacado muito e só algumas vezes eu reajo. Mas em respeito à sociedade, eu achei por bem que essas reações, essas baixarias e agressões gratuitas, a população não ganha nada. Só estou respondendo à altura, me defendendo, defendendo a minha história, defendendo minha integridade, minha dignidade e vou continuar firme e forte, olhando nos olhos da população cuiabana, sem medo e nada tendo a dever para nenhum dos meus adversários. Nenhum deles tem moral nenhuma para falar de mim, nem de ninguém”, concluiu.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE