Cuiabá, 28 de Novembro de 2020

POLÍTICA MT
Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020, 18h:48

ELEIÇÕES 2020

Pinheiro aciona Justiça para suspender pesquisa Ibope por vícios

Da Redação
Única News

(Foto: Nelson Jr./Ascom/TSE)

A coligação "A mudança merece continuar", encabeçada pelo candidato à reeleição em Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), acionou a Justiça Eleitoral para suspender nova pesquisa Ibope sobre a eleição, que será divulgada amanhã (30) pela TV Centro América na capital.

Na ação, a coligação alega que pesquisa anterior, publicada em 16 de outubro, está repleta de "vícios" e o mesmo pode acontecer com esta nova rodada, merecendo ser impugnada.

"Sustenta a impugnante que a pesquisa eleitoral nº 05058/2020, realizada pela impugnada, padece de vários vícios, requerendo a determinação liminar da suspensão da divulgação, prevista para o dia 30/10/2020, até que a empresa realize as adequações da pesquisa legislação".

De acordo com os advogados, o Instituto Ibope não cumpre com rigor as regras de coleta e tabulação dos dados referentes ao grau de escolaridade, faixa etária e gênero dos entrevistados, cujos percentuais sequer foram informados.

O pedido também destaca o método adotado pelo Instituto, que está fazendo as pesquisas por telefone, e nota diculgada pelo Ibope, afirmando que a consulta “não representa o eleitorado como um todo”.

"No tocante à admissão pela empresa de que, nas palavras da impugnante, “as pesquisas realizadas por telefone não refletem a intenção de voto do eleitorado”, tem-se jogo de palavras que distorcem o conteúdo da nota de esclarecimento oficial da pesquisadora. O que se lê claramente é que a consulta 'não representa o eleitorado como um todo'"

Outro ponto atacado pela ação é a possibilidade de o respondente escolher mais de um candidato no qual não votaria, estabelecendo, assim, o quesito 'rejeição' dos candidatos, fazendo com que o percentual somado ultrapasse 100%.

A juíza eleitoral Gabriela Carina Albuquerque e Silva acatou apena este ponto da ação e pediu que o Instituto Ibope se manifeste, apresentando esclarecimentos.

"Num hipotético uso de tal dado por determinado candidato em relação a seu adversário, sem a necessária cautela de se esclarecer a possível múltipla escolha, a informação incompleta poderia levar os eleitores a erro, em virtude da informação mutilada. Então, neste ponto específico, faz-se necessária adequação na divulgação da pesquisa por parte da empresa."

A empresa tem cinco dias para se manifestar.

Na pesquisa, Abilio Jr (Podemos) saiu em primeiro lugar, com 26% das intenções de votos, enquanto Emanuel Pinheiro e Roberto França (Patriota) apareceram empatados em segundo lugar, com 20% e 19% dos votos, respectivamente.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.




VÍDEO PUBLICIDADE