Cuiabá, 25 de Setembro de 2020

POLÍTICA MT
Sábado, 08 de Agosto de 2020, 17h:47

LUTO EM MT

Morte de Dom Pedro Casaldáliga repercute no meio político

Euziany Teodoro
Única News

Reprodução

A morte de Dom Pedro Casaldáliga, Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia e Missionário Claretiano, neste sábado (8), aos 92 anos, repercutiu entre órgãos públicos e políticos de Mato Grosso.

O Governo do Estado decretou três dias de luto pela morte de uma das principais lideranças da igreja católica no Estado. "Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos", declarou o governador Mauro Mendes.

A esposa dele, Virginia Mendes, também fez publicação nas redes sociais e repetiu as palavras, reafirmando ser esta uma perda para o mundo.

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, também lamentou a morte de Dom Pedro. “Com sua brilhante luta em prol dos menos favorecidos, Dom Pedro Casaldáliga deixa sua marca em todo o país, especialmente em Mato Grosso. Lamentamos profundamente a perda de uma pessoa íntegra e que, como manda os preceitos de Deus, sempre pensou no próximo com seus inúmeros trabalhos sociais. Externamos aos familiares, amigos e admiradores nosso desejo de que o conforto do Senhor chegue a todos”, disse o prefeito.

A Câmara de Vereadores de Cuiabá, em nome do presidente Misael Galvão, lembrou o legado que Casaldáliga deixa. “A partida do Bispo Pedro é uma grande perda para o Estado, mas ele deixa um grande legado, em especial para aqueles que lutam em prol dos direitos dos que não tem voz”, disse.

A deputada estadual Janaina Riva também se manifestou. Para ela, a Igreja Católica perdeu um dos maiores defensores da liberdade humana.

"Mais uma grande perda para nosso Estado. Recebi com tristeza a notícia do falecimento do Bispo Dom Pedro Casaldáliga. A Igreja Católica perdeu um grande pastor e o mundo perdeu um dos maiores defensores da liberdade humana. Bispo emérito de São Félix do Araguaia, Dom Casaldáliga nasceu na Espanha em 1928 e se mudou para o Brasil aos 40 anos. Ele ficou conhecido por suas posições políticas e pelo trabalho pastoral ligado a causas como a defesa de direitos dos povos indígenas e o combate à violência dos conflitos agrários."

Lúdio Cabral também emitiu nota de pesar. "É com muito pesar que recebemos a notícia da morte de Dom Pedro Casaldáliga, aos 92 anos, neste sábado (8). Bispo emérito da prelazia de São Félix do Araguaia, um dos fundadores da Comissão da Pastoral da Terra e do Conselho Indigenista Missionário, ele teve uma vida marcada pela luta em defesa dos pobres e dos oprimidos. Nossa solidariedade aos amigos e companheiros de luta de Dom Pedro. Que Deus conforte nossos corações."

Dom Pedro terá dois velórios e será enterrado em São Felix do Araguaia, onde mantinha sua atuação. O velório acontecerá primeiro em Batatais (SP), a partir das 15 horas, na capela do Claretiano. A missa de exéquias será celebrada, em Batatais, no dia 9 de agosto às 15h, com transmissão pelo Youtube. Em Ribeirão Cascalheira (MT), o corpo de Dom Pedro Casaldáliga será velado no Santuário dos Mártires, a partir do dia 10 de agosto. O sepultamento será em São Félix do Araguaia (MT).


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE