Cuiabá, 15 de Janeiro de 2021

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 06 de Novembro de 2020, 17h:21

“DESNECESSÁRIO”

‘É muito fácil dizer que fez algo, se já pegou pronto’, diz secretária sobre Siminina

Euziany Teodoro
Única News

Assessoria

A secretária de Assistência Social de Mato Grosso, Rosamaria Carvalho, que foi coordenadora do Programa Siminina na Prefeitura de Cuiabá, trabalhando ao lado de Virginia Mendes durante a gestão de Mauro Mendes (DEM), refutou as declarações da atual primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, a respeito do Programa.

Em entrevista à TV Única nessa quinta-feira (5), Márcia Pinheiro pediu que Virginia estenda o programa para o resto do Estado, agora que está no Governo, pois “em Cuiabá tem quem cuide do Siminina”. Ainda denunciou que não havia organização no programa quando assumiu, em 2017.

Rosamaria conversou com o Única News e considerou “desnecessárias” as declarações de Márcia Pinheiro, especialmente em se tratando de período eleitoral.

“É muito fácil falar desse programa em tempo eleitoral. Porque ela não veio a público antes, nesses quatro anos que esteve na Prefeitura? Quando abraçamos o programa, tinha 198 meninas que não eram frequentes. Que iam nas unidades no horário que comiam e iam embora pra casa, porque não tinha material. O programa estava abandonado. Fizemos uma busca ativa e trouxemos as meninas de volta. Instituímos a semana pedagógica para qualificar os professores. Passamos para 1.500 meninas no fim do programa”, afirmou.

A secretária conta que, ao entregar a gestão do Siminina para Márcia Pinheiro, as meninas tinham uniformes, material escolar de qualidade, atividades em andamento e professores qualificados.

“No dia em que entregamos o programa para a Márcia Pinheiro, ela foi convidada a ir ao encerramento. Entregamos com uniformes bordados, jaqueta para os dias mais frescos, mochila com material já para o ano seguinte. Era material escolar de qualidade, porque a Virginia sempre quis que se comprasse o melhor. Fizemos um trabalho muito bonito. Não tem necessidade de ela ficar desmerecendo. Dizendo que comia uma comida diferente em cada lugar. A primeira coisa que Virginia fez foi tornar isso homogêneo. Tomara que o Programa tenha crescido, de fato, porque pra ela – eu posso garantir – que foi muito mais fácil do que foi pra nós”.

Ainda segundo ela, Virginia Mendes sempre mostrou seu trabalho social no dia-a-dia, inclusive agora no Governo do Estado, e não apenas “em período eleitoral”, como ela afirma que Marcia tem feito.

“Ela teve quatro anos para, mês a mês, mostrar o que estava fazendo. Porque só veio mostrar agora no período eleitoral? Isso é desnecessário, não precisava acontecer, deveria ter mostrado o trabalho dela ao longo dos 4 anos. A Virginia não é assim. As ações são capitaneadas por ela, ela vai atrás. Só no programa Vem Ser Mais Solidário ela conseguiu arrecadar, só através das redes sociais, R$ 5 milhões na conta-Covid, em pouco mais de 3 meses. Quem mais conseguiu fazer algo assim?”

“O trabalho é constante, não aparece só em época de eleição. Ela deveria ter mostrado todo esse trabalho que ela fez ao longo de 4 anos. Nesse momento ela não precisaria, porque a população teria todo a oportunidade. Mas repito: é muito fácil ter feito alguma coisa no programa, partindo de onde ela partiu. Difícil foi pra nós, que pegamos 198 crianças que não tinham nada. Num contexto de dificuldade financeira, que ela também não conviveu, porque Mauro Mendes deixou as contas redondas, com dinheiro em caixa. Em campanha eleitoral, todo mundo é o melhor”, concluiu.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE