Cuiabá, 26 de Fevereiro de 2021

POLÍTICA MT
Sábado, 23 de Janeiro de 2021, 08h:44

NESTE SÁBADO, 23

Cuiabanos vão à rua em movimento nacional pedir impeachment do presidente: "fora Bolsonaro"

Única News
Da redação

(Foto: Adriano Machado/Reuters)

O Movimento Frente Brasil Popular (FBP-MT) organiza uma carreata "Fora Bolsonaro", neste sábado (23), em Cuiabá pedindo o impeachmente do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A concentração será às 9h na Guarita 01 da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Cuiabá é mais uma cidade do país que participará do evento nacional.

“Iremos às ruas em carretas para dizer #ForaBolsonaro, exigir a vacina para toda a população, exigir o retorno do auxílio emergencial, e pedir o impeachment imediato de um governo que só destrói o país”, diz o comunicado divulgado pelas Frentes.

Desde o ano passado, as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, em nível nacional e nos estados, denunciam que Jair Bolsonaro é um empecilho para o país sair da crise sanitária, política e econômica.

Em nota nacional, as Frentes denunciam que, mesmo com mais de 210 mil mortos, Bolsonaro segue negando a gravidade da pandemia, se colocando até contra a vacina, agindo para tirar recursos do SUS, atuando para não aprovar a Coronavac. A nota cita ainda que, em meio à crise da falta de oxigênio de Manaus, o presidente não fez "absolutamente nada".

O movimento denuncia que o governo Bolsonaro, com o ministro da Relações Exteriores do Brasil, Eduardo Araújo, à frente do Itamarati, tem a política de relações exteriores mais "desastrada" de toda a história.

"Uma conduta totalmente inadequada que resultou no prejuízo de o Brasil ficar entre os últimos países para receber as vacinas e insumos farmacêuticos necessários para produzi-las no país", cita a nota.

As Frentes assinalam que Bolsonaro e seu governo promoveram a edição do Enem mais esvaziada da história da prova, sendo que metade dos estudantes não compareceram ao exame, seja por medida de precaução, por não ter tido a oportunidade de estudar durante a pandemia ou mesmo por estarem doentes. Para o movimento, Bolsonaro quer tirar até a capacidade de um jovem sonhar com o ingresso na universidade e melhorar de vida.

“O Brasil é maior que o Bolsonaro. Os brasileiros são melhores que o Bolsonaro. E nossa esperança vem das ações de solidariedade de Manaus, das iniciativas que ocorrem desde o início da pandemia. Vem também da nossa luta por igualdade racial e justiça social", finalizou o movimento.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE