Cuiabá, 25 de Novembro de 2020

POLÍTICA MT
Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020, 20h:01

CAMPANHA EM CUIABÁ

Candidatos ressaltam Dia do Servidor e prometem concursos e valorização

Euziany Teodoro
Única News

Reprodução

Os candidatos à Prefeitura de Cuiabá, em nova rodada do horário eleitoral gratuito, focaram no Dia do Servidor Público, comemorado nesta quarta-feira (28), e defenderam salários em dia e concursos.

Roberto França (Podemos) foi o primeiro a ir ao ar. Afirmou que em sua gestão (1997 – 2005) sempre lutou pelo funcionalismo público – apesar de marcada por atrasos salariais e empréstimos CDC que tiveram consequências para milhares de servidores.

“Durante toda minha vida eu defendi e lutei em prol do servidor público de Mato Grosso. Todas as conquistas que estão na Constituição, tiveram a minha participação como presidente da constituinte estadual de 1988”, disse.

Ele aproveitou a data comemorada para esclarecer fatos de sua gestão. “Quando foi prefeito, Roberto herdou R$ 450 milhões em dívidas e 6,5 folhas de salários atrasados. Pagou em dia todos os salários de sua gestão. Em quatro anos, pagou 48 meses de salários, 4 décimos terceiros e mais 4 folhas das 6,5 que herdou da gestão anterior. Em quatro anos, pagou 56 salários aos servidores, além de 1/3 das férias, e ninguém teve um centavo de prejuízo pelo empréstimo de CDC. Esta é a verdade”, diz a narrativa.

Emanuel Pinheiro (MDB), atual prefeito e candidato à reeleição, repetiu programa que foi ao ar ao meio dia de hoje, também para o Servidor Público. Disse que defender as causas do funcionalismo é “marca de sua trajetória na vida pública”, desde que era deputado estadual.

“Com todas as crises econômicas que passamos e, mesmo agora com a pandemia, pagamos o salário dos servidores rigorosamente em dia, com aumento real e RGA integral. Garantimos planos de cargos, carreiras e salários para mais de 10 categorias. E fizemos novos concursos públicos: o maior já realizado na área da Educação - com mais de 2 mil vagas - e o primeiro concurso da história na Assistência Social”, disse.

Ele destacou que, mesmo durante o período da pandemia, manteve os contratos dos servidores da Educação, possibilitou o trabalho dos professores por meio de plataformas virtuais e deu prosseguimento às capacitações de forma online, diferente do que aconteceu no Governo do Estado.

“E, nas áreas não essenciais, os servidores foram liberados para trabalhar em casa. A gente só tem que agradecer a esses profissionais que cuidam da nossa gente. E pode ter certeza, vamos continuar lutando e avançando para defender suas conquistas. Isso não é promessa, nós já estamos fazendo”, afirmou.

Ele também agradeceu aos servidores da Saúde, que ficaram na linha de frente de combate à pandemia. “Eles lutam com coragem, amor e compromisso. Enfrentam perigo e, muitas vezes, dão a própria vida para salvar outras vidas. Mais que homenagem, eles merecem nosso respeito, admiração e agradecimento”, concluiu o prefeito.

Gisela Simona (PROS) também falou com o servidor. Prometeu concurso público, Plano de Cargos Carreiras e Salários (PCCS) e valorização.

“Vocês têm meu compromisso na luta pela garantia dos nossos direitos, para uma boa prestação de serviços em Cuiabá. Vamos garantir concursos, Plano de Cargos, Carreiras e Salários, e também implementaremos a Escola do Servidor Público Municipal, para ter formação continuada e fortaleceremos a política municipal de saúde”.

No entanto, também avisou que pretende implementar controle de qualidade, assiduidade e pontualidade. “Para termos bons serviços públicos prestados à sociedade”.

Abilio Jr (Podemos) não falou sobre os servidores. Questionou, em seu programa, o fato de ser chamado de “louco” por seus adversários políticos, com eleitores que o apoiam defendendo sua atuação.

“Louco porque defende você na Câmara? Louco porque fiscaliza a ‘turma do paletó’? Louco porque enfrenta as máfias que dominam a cidade? Louco porque vai quebrar o sistema, abrir a caixa preta e colocar o paletó na cadeia? Abilio é chamado de louco porque não pode ser chamado de ladrão. Abilio tem coragem de enfrentar essa bandidagem”, diz a narrativa.

Os demais candidatos repetiram programas que já haviam ido ao ar.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE