Cuiabá, 26 de Fevereiro de 2021

POLÍTICA MT
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2021, 11h:57

CONTRADITÓRIO

Após elogiar fim do lockdown em Manaus, agora Medeiros ‘mete o pau’ no estado

Única News
Da Redação

Foto: Reprodução

O deputado federal José Medeiros (Podemos), que há duas semanas comemorou a suspensão do ‘lockdown’ em Manaus, quando o estado se aproximava do colapso na saúde e o governo tentava impedir o avanço da pandemia do novo coronavírus, agora critica o mesmo governo estadual pela falta de oxigênio nos hospitais.

Medeiros, que é bolsonarista, tenta tirar a responsabilidade do Governo Federal sobre o caos na saúde pública.

Há duas semanas, o parlamentar foi às redes sociais comemorar o recuo do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e do prefeito manauara, Davi Almeida (Avante), sobre o lockdown que haviam proposto. Medeiros postou notícia mostrando o recuo após manifestações populares e escreveu que “todo poder emana do povo”.

Agora, após o colapso da saúde do Amazonas, com a falta de oxigênio, cuja ajuda deve chegar até da Venezuela, o deputado atacou o governador e o prefeito, dizendo que receberam repasses do Governo Federal, mas sem informar datas e valores.

“O Governo Federal encharcou os municípios de dinheiro. Manaus, além de dinheiro, foi mandado força-tarefa e hospital de campanha. O que foi feito com o dinheiro? Nem oxigênio os caras compraram, não aumentaram os leitos. É ‘dilmais’”, criticou ele, alfinetando a ex-presidente Dilma Roussef (PT).

Além de Medeiros, outros parlamentares bolsonaristas saíram em defesa do presidente. A deputada Bia Kicis (PSL-DF), acusada de propagadora de fake news, também comemorou o final do lockdown e agora critica o governo do Amazonas.

Em Mato Grosso, o deputado Nelson Barbudo (PSL) também comemorou a suspensão do lockdown, mas não comentou a falta de oxigênio.

O Governo Federal, através das Forças Armadas, encaminhou aviões com cilindros de oxigênio para Manaus e aeronaves também fazem remoção de pacientes em estado grave para hospitais em outros Estados.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE