Cuiabá, 31 de Outubro de 2020

POLÍTICA MT
Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020, 10h:53

DISPUTA PELO SENADO

Apontado como isolado, Taques diz que é ‘melhor estar só, que mal acompanhado’

Euziany Teodoro
Única News

(foto: reprodução)

O ex-governador Pedro Taques, pré-candidato ao Senado pelo Solidariedade, respondeu àqueles que o apontam como um político isolado, após a derrota em 2018 para Mauro Mendes (DEM) e as muitas críticas que sofreu durante sua gestão no Estado. “Antes só que mal acompanhado”, disse ele ao Única News.

“Eu prefiro estar só, do que mal acompanhado. Não estou com grupos, estou com o cidadão. Eu tive milhares de votos nas três eleições que eu participei. Se somar todos os votos que recebi nas três eleições, dá quase 2 milhões de votos. É muito voto, mas alguns políticos realmente não gostam de mim, parte da classe política diz que não gosta de mim. Mas eu prefiro o acompanhamento do cidadão”, disse.

Segundo ele, nos momentos mais importantes da vida, estamos sozinhos. Citou, inclusive, as ações em que participou quando procurador da República, pedindo a prisão do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro e formando o júri no caso do ex-deputado federal Hildebrando Pascoal, que ficou conhecido como “Assassino da Motosserra”, condenado a mais de 100 anos por assassinatos cometidos no Acre.

“Alguns dizem que não tenho grupo político, alguns dizem que estou sozinho, mas nos momentos mais importantes da sua vida, você está só. Quando você nasce, quando você morre. Quando eu assinei o pedido para prender João Arcanjo Ribeiro, eu estava sozinho. Quando eu fiz o júri de Hildebrando Pascoal, aquele deputado que serrava as pessoas e colocava ácido de bateria nas pessoas, eu assinei sozinho”, afirmou.

Quando questionado do “porque as pessoas devem votar nele”, respondeu que os eleitores conhecem suas qualidades e defeitos e que nunca foi ladrão.

“A população deve votar, porque ela conhece as minhas qualidades e meus defeitos. Não sou ladrão, nunca roubei nada, e no senado eu exerci um mandato que orgulhou o povo de Mato Grosso, isso é incontestável, até os adversários falam isso”, concluiu.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE