Cuiabá, 02 de Abril de 2020

POLÍCIA
Sexta-feira, 07 de Fevereiro de 2020, 11h:08

EM CUIABÁ

Trabalhador morre após receber descarga elétrica durante instalação de ar em escola

Vithória Sampaio
Única News

Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Elizeu Amaraes Gomes de 38 anos, morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto trabalhava, no final da tarde dessa quinta-feira (6), na Escola Estadual Zélia Costa, no Jardim Presidente 1, na Capital. A vítima realizava instalação de ar condicionado no momento do acidente.

De acordo com testemunhas, ele estava realizando a instalação do ar para a formatura de alunos no momento em que a descarga elétrica aconteceu, sendo arremessado direto ao solo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local, mas Elizeu já estava sem sinais vitais.

A Polícia Civil esteve no local para liberação do corpo junto ao Instituto Médico Legal (IML).

A Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT), se manifestou por meio de uma nota para esclarecer as medidas que serão tomadas em relação a morte da vítima que fazia parte de uma empresa que presta serviço ao Órgão.

Veja a nota na integra:

"Em relação ao acidente que vitimou um colaborador da Construtora Avance prestadora de serviço à Seduc, na Escola Estadual Zelia no Jardim Presidente, a Secretaria de Estado de Educação informa que:

A empresa responsável informou ter tomado todas as providências, com a família do colaborador recebendo toda a assistência. A Avance acrescentou que vai providenciar o sepultamento.

O colaborador dispõe de um seguro que cobre os serviços funerários e um seguro de obra feito pela Avance para seus colaboradores que chega a R$ 200 mil de indenização à família em caso de óbito.

Os advogados da Avance vão montar o processo e orientar a família de como buscar esse recurso. A empresa reitera que está à disposição da família para qualquer dúvida. A Secretária Marioneide Kliemaschewsk lamentou o ocorrido se solidarizando com a família."


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE