Cuiabá, 04 de Julho de 2020

POLÍCIA
Sexta-feira, 29 de Maio de 2020, 10h:26

EM CUIABÁ

Policial da inteligência da PM é baleado e morto por colega ao ser confundido com bandido

Única News
Da Redação

(Foto: Arquivo Pessoal)

Um policial da inteligência da 21º Companhia Independente da Polícia Militar, identificado como Ricardo Ferreira de Azevedo, de 36 anos, morreu na noite dessa quinta-feira (28), ao ser confundido com bandido e ser baleado por um tenente da Força Tática, no pátio de um posto de gasolina, no cruzamento das avenidas Mato Grosso e CPA, em Cuiabá.

Segundo informações, por volta das 21h40, uma equipe da PM estava fazendo patrulhamento, quando recebeu um chamado via rádio para acompanhamento de quatro motocicletas na área central de Cuiabá, onde policiais do 1º Batalhão e da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam) preparavam um cerco aos suspeitos.

Imediatamente, os policiais seguiram para a avenida do CPA, quando na esquina, no pátio de um posto de combustível, flagraram dois homens em uma moto, um deles com arma em punho, apontando para outro homem, que estava em posição de rendição.

O tenente da Força Tática ordenou que eles soltassem as armas, o que não foi feito, assim, o tenente julgou necessário atirar contra um dos suspeitos, mas era Ricardo, que estava descaracterizado.

Após ser baleado, Ricardo se identificou como policial militar da inteligência da 21º Companhia da PM, que fica no Centro Histórico. Em seguida, os policiais fizeram a checagem e confirmaram que a vítima de fato era policial.

Ele foi socorrido em uma viatura e encaminhado para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá, onde foi levado para a sala de cirurgia, mas não resistiu ao ferimento e acabou morrendo.

Por meio de nota, a Polícia Militar de Mato Grosso lamentou o ocorrido. Explicou que o soldado era do serviço de inteligência e trabalhava na coleta de informações sobre tráfico/uso de drogas, roubos, furtos e demais crimes na região central da capital.

“A Polícia Militar lamenta imensamente pela perda trágica e precoce do policial militar e informa que todas as medidas para apuração já estão sendo tomadas, inclusive com o afastamento preliminar dos envolvidos para atividades internas”, declarou a corporação.

O caso já está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Militar. A PM afirmou que está dando atenção e assistência aos familiares do soldado morto.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE