Cuiabá, 26 de Novembro de 2020

POLÍCIA
Sábado, 24 de Outubro de 2020, 15h:26

EM RONDONÓPOLIS

Delegado da Polícia Civil é detido após confusão na casa do amante

Única News
Da Redação

(Foto: Divulgação/PJC)

Um delegado da Polícia Civil, que não teve o nome divulgado, foi parar na delegacia na noite dessa sexta-feira (23), após se envolver em uma confusão com um rapaz com quem estaria mantendo um relacionamento amoroso. O delegado atua no município de Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá).

O caso aconteceu no bairro Chácara do Paraíso, por volta das 23h30. Segundo o Boletim de Ocorrência, a mãe do rapaz chegou na residência dela, por volta das 19 horas, quando seu filho realizou uma chamada para o delegado utilizando o celular de uma outra pessoa que estava na casa. A mulher relatou que o filho dela mantém uma relação amorosa com o delegado.

Logo após a ligação, o delegado apareceu na frente da casa procurando pelo filho dela, dizendo que queria vê-lo e caso contrário, ele o mataria. Temendo pela morte do filho, a mãe da vítima pediu para que o delegado deixasse o local, momento em que o filho dela apareceu no portão e começou uma briga entre eles.

Na confusão, o delegado foi até o carro dele, pegou uma arma e apontou para o amante. Para defender o filho, a mãe da vítima entrou na frente da arma para proteger o rapaz. O delegado deixou o local, mas tempo depois retornou, gritando pedindo desculpas. Consta no boletim que o policial pedia "conversa com minha mulher, para que eu não perca meu casamento".

Passado um tempo, a mulher foi até a frente da residência e pediu para o delegado levantar a camiseta e demonstrar que não estava armado, assim ele fez. Quando ela saiu pelo portão, ela foi empurrada pelo filho, para que ela não fosse conversar com o delegado. Ela caiu e desmaiou. Quando acordou, deparou com o outro filho dela, que foi tomar satisfação do irmão e do delegado, momento em que os dois deixaram o local de carro.

Durante a perseguição, a mulher passou por uma viatura, que estava realizando abordagem em um bar na entrada do bairro Cidade de Deus. Ela então gritou aos policiais que havia um indivíduo armado no outro automóvel. Os policiais conseguiram abordar o carro na avenida Júlio Campos.

Durante abordagem, o delegado desceu e estava sagrando na região da cabeça. Ele informou que era delegado, porém se encontrava sem a identidade profissional. Ele informou que havia uma arma no carro e tentou pega-la, mas foi contido pelos policiais. Ele demostrou resistência, empurrando e proferindo palavras de baixo calão aos policiais, sendo necessário algemá-lo.

O veículo do policial foi revistado e foi localizado uma arma de fogo. Um outro delegado esteve no local, confirmando que o suspeito era delegado também.

O amante também foi revistado e ambos foram conduzidos à delegacia. Os dois possuíam ferimentos provenientes da briga que tiveram na residência da mãe da vítima.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que está sendo adotadas todas as providências legais sobre o fato.

Veja a nota:

"A Polícia Civil informa que em relação à ocorrência registrada na noite desta sexta-feira (23) em Rondonópolis, todos os envolvidos foram conduzidos à Central de Flagrantes na 1ª Delegacia do município e ouvidos pelo delegado plantonista, sendo adotadas todas as providências legais sobre o fato.

Apenas um dos envolvidos decidiu pela representação criminal, sendo lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência por ameaça. O TCO será encaminhado ao Juizado Especial do Poder Judiciário local.

A Corregedoria da instituição já foi comunicada do fato e adotará as providências pertinentes no âmbito disciplinar."


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE