Cuiabá, 14 de Agosto de 2020

POLÍCIA
Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019, 14h:55

BARRA DO GARÇAS

Casal em situação de escravidão comia apenas arroz com soro de leite em MT

Claryssa Amorim
Única News

(Foto: Reprodução/PMMT)

Um casal, que estava em situação de escravidão em uma fazenda, foi resgatado nessa quarta-feira (4), em Barra do Garças (a 516 km de Cuiabá). Foram presas duas mulheres – mãe e filha -, identificadas pelas iniciais O.M.S, de 80 anos, e V.L.J.A, de 58 anos.

Segundo o boletim de ocorrência, agentes do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) denunciaram à PM que uma mulher de 49 anos e um homem de 43 anos estavam situação análoga à escravidão.

Ao chegar no local, o casal relatou aos policiais que não recebia salário para o trabalho realizado na fazenda, em uma comunidade rural. Disseram ainda que a alimentação era apenas arroz com soro de leite.

(Foto: Reprodução/PMMT)

  escravidão casal

 

Uma das vítimas comentou que recebe benefício do governo de um salário mínimo, porém não fica com o cartão e quem retira o dinheiro é a proprietária da fazenda.

A mulher de 49 anos aproveitou e denunciou o marido da dona da propriedade rural por estupro. Ela disse que o homem a ameaçou com um facão e, além de agredida, foi abusada sexualmente.

Os dois relatam aos policiais que sofriam diariamente maus tratos e agressões dos proprietários da fazenda. Contaram um episódio de que um dia estavam com fome extrema e mataram uma galinha escondido. Porém, a dona da fazenda descobriu e um de seus filhos agrediu os dois com uma arma de fogo.

(Foto: Reprodução/PMMT)

escravidão casal

 

Os dois faziam necessidades fisiológicas no mato, não tinham lugar para tomar banho e não possuíam calçados, assim como nenhum material para higiene pessoal.

Mãe e filha que estavam na propriedade rural foram levadas à delegacia da cidade e depois à Polícia Federal para as devidas providências.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE