Única News - Site de notícias em Mato Grosso

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2020, 17h:25

Abilio é denunciado por servidoras da Secretaria da Mulher por injúria e difamação

Claryssa Amorim
Única News

O candidato à Prefeitura de Cuiabá, vereador Abilio Junior (Podemos), foi intimado para depor na Delegacia da Mulher, nesta quarta-feira (25), por denúncia de injúria e difamação. Cinco servidoras da Secretaria da Mulher são as responsáveis pela denúncia. No entanto, Abilio não compareceu e seus advogados solicitaram reagendamento para depois da eleição do 2º turno, que ocorrerá neste domingo (29).

Segundo a defesa do candidato, patrocinada pelo advogado Amir Amiden, até chegar na delegacia, ele não sabia do que se tratava e, logo que soube, pediu a prorrogação do depoimento para depois do dia 30, devido aos compromissos de campanha.

Tudo começou quando Abilio, de acordo com a denúncia, invadiu a Secretaria da Mulher, no dia 27 de outubro. Lá, ele transmitiu tudo ao vivo em suas redes sociais. Segundo o candidato, ele teria ido para “conhecer” a Secretaria.

No entanto, as servidoras afirmam ter sido coagidas por Abilio, quando questionadas sobre o papel da Secretaria na sociedade e chamando o local de “cabidão de empregos”. Inclusive, a todo momento, discutiu com a secretária interina da pasta, Elis Regina, que tirava suas dúvidas.

No decorrer da visita, o candidato e alguns servidores se desentenderam várias vezes. Em certo momento, uma servidora sugere agendamento de reunião, ao invés da “invasão” que Abilio fez.

Por meio de nota, Abilio acusa o prefeito e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), de estar “se valendo de servidoras comissionadas e usando politicamente o trabalho sério e importante da Delegacia da Mulher para criar um fato político em desfavor da campanha de Abílio”.

“Não iremos permitir que isso aconteça! A coligação Cuiabá Para Pessoas tomará todas as providências legais pertinentes ao fato ocorrido para, mais uma vez, denunciar este forte indício de abuso de poder político de Emanuel”, declara Alexandre Cesar Lucas, advogado da coligação.


Fonte: Única News - Site de notícias em Mato Grosso

Visite o website: unicanews.com.br