Cuiabá, 23 de Janeiro de 2021

GERAL
Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020, 11h:53

LUTO NO MPE

Morre procuradora de Justiça Julieta do Nascimento, vítima de Covid-19

Abraão Ribeiro
Única News

Foto: Assessoria TJMT

Morreu na manhã desta quinta-feira (3), em um hospital de São Paulo, a procuradora de Justiça Julieta do Nascimento, vítima da Covid-19. Ela estava internada há dias lutando contra a doença.

Julieta do Nascimento Souza ingressou no Ministério Público do Estado de Mato Grosso em março de 1990. Atuou nas comarcas de Guiratinga, Mirassol D´Oeste, Cáceres, Santo Antônio de Leverger e Cuiabá. Realizou vários plantões em Pontes e Lacerda. Na Capital, ela foi titular da 21ª Promotoria Criminal com designação para a 9ª Promotoria Criminal de Feitos Gerais.

No dia 23 de junho de 2017, Julieta foi promovida ao cargo de procuradora de Justiça pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), pelo critério de antiguidade. Ela respondia pela 15ª Procuradoria de Justiça Criminal.

Lamentado a morte da colega, o procurador de Justiça Paulo Prado soltou uma nota nas redes sociais comunicando o falecimento de Julieta.

“Amigos, quero comunica-los que acabou de falecer em São Paulo a Procuradora de Justiça Julieta Nascimento Souza, vítima da Covid. Uma pessoa maravilhosa, apaixonada pela vida, solidária e engajada em causas sociais. Que Jesus Cristo, receba em suas moradas! Descanse em PAZ, amiga querida!!!”.

O Procurador-geral de Justiça em exercício, Mauro Delfino César, lamentou o ocorrido e destacou que “Julieta do Nascimento dedicou grande parte da sua vida ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Incansável, ela sempre se manteve próxima da sociedade, exercendo com mister as suas atividades institucionais”, destacou.

Em seu discurso de posse ao cargo de Procuradora de Justiça, em 2017, Julieta do Nascimento Souza enfatizou.

“Fiz dezenas de trabalhos, mas dois, em especial, me marcaram bastante. A participação na primeira edição do Projeto Ribeirinho Cidadão (em 2006), onde tive a honra de ser a primeira Promotora de Justiça a representar o Ministério Público em um projeto social de grande relevância para a população ribeirinha. Outro momento importante na minha carreira foi quando, em 2015, participei da implantação da audiência de custódia, visando a humanização do sistema prisional”.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE