Cuiabá, 05 de Abril de 2020

CIDADES
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020, 17h:22

ALERTA NO AEROPORTO

Em dois anos, MT registrou 45 vítimas de tráfico de pessoas, órgãos e demais explorações

Da Redação
Única News

Reprodução

Com o objetivo de alertar para uma realidade existente em Mato Grosso, o Poder Judiciário de Mato Grosso lançou, nesta sexta-feira (21), uma campanha de conscientização sobre o tráfico de pessoas.

A ação consiste em exibição de vídeos em telões no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. O lançamento ocorre no período que antecede o feriado de Carnaval, quando aumenta o tráfego de pessoas no aeroporto.

De acordo com dados do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), nos últimos dois anos foram registradas 45 pessoas vítimas do tráfico nas diversas formas, como exploração do trabalho, casamento servil, exploração sexual, adoção ilegal, trabalho escravo, tráfico de órgãos.

Além dos vídeos, são feitas panfletagens no Aeroporto, já que nesse momento de festa há aglomeração de pessoas nos grandes eventos, ficando mais vulneráveis, oportunidade em que muitas são aliciadas.

A coordenadora do Comitê Estadual de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Cetrap), Dulce Regina Amorim, reitera que o tráfico de pessoas existe e diz que é difícil identificar o perfil da pessoa que comete esse tipo de crime. Ela pede que as pessoas fiquem alertas com propostas de emprego com alguém que acabou de conhecer e promete salários altíssimos.

“A oferta de oportunidade para ser modelo ou jogador de futebol, com salários elevados, nesses tempos difíceis que estamos vivendo, usam da fragilidade das pessoas para tirar proveito e oferecer emprego que não existe”, afirma.

A orientação é para que as pessoas fiquem atentas a tipos de aliciamentos que possam levar ao tráfico de pessoas. “Nessa fragilidade de sonhar as pessoas caem na armadilha do tráfico”, completa.

Denúncias sobre tráfico de pessoas podem ser feitas pelo Disque 100.

Campanha – o vídeo será exibido 24 horas por dia, durante 15 dias, em telões em pontos estratégicos, como no saguão e interior das salas de embarque, saguão, mostrando os tipos existentes de tráfico de pessoas e, principalmente, que ele existe. (Com assessoria)


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE