Cuiabá, 14 de Agosto de 2020

ARTIGOS/UNICANEWS
Sábado, 14 de Dezembro de 2019, 08h:40

EDUARDO MAHON

Minha Luta

Única News

Reprodução

Queridos amigos, desprezíveis inimigos, anuncio que serei candidato ao Senado Federal! A partir de hoje, vocês poderão acompanhar a minha plataforma eleitoral. Garanto que não trairei a tradição política brasileira e, no primeiro mês de mandato, nomearei 30 assessores para o meu gabinete, de preferência parentes dos maiores cabos eleitorais da minha campanha. De antemão, prometo enriquecer nesses sete anos de política, adquirindo concessões de rádio e televisão pelo interior do Estado, terras em nome de laranjas onde venderei a madeira derrubada, contratando índios e garimpeiros para assumirem a culpa. Portanto, vai aqui a essência dos meus principais projetos:

1º Projeto de Lei – Obrigar escolas e universidades a rezarem o terço no princípio das aulas e, ao final, perfilar os alunos diante da bandeira nacional a fim de cantar Dancing Queen, do Abba. Qualquer estudante que não souber a letra ou resistir ao ritmo será advertido e, em caso de comprovada recusa no uso da braçadeira colorida, sofrerão excomunhão sumária.

2º Projeto de Lei – Abolir o gênero na língua portuguesa falada e escrita no território brasileiro. As gramáticas e os dicionários deverão ser recolhidos para acrescentar o X em qualquer palavra em que haja variação de gênero. Assim, a partir da promulgação da lei, todxs xs demais brasileirxs deverão se tratar de forma indefinida em atenção à diversidade sexual.

3º Projeto de Lei – Criminalizar a conversão à esquerda. Daqui pra frente, será crime virar à esquerda. Os Detrans de todo o país lançarão campanha de conscientização para que os motoristas virem sempre à direita, enquanto as grandes montadoras de veículos fazem o recall dos automóveis para retirar o pisca alerta e o retrovisor da esquerda. Encerrado o prazo de adaptação, quem for flagrado convertendo à esquerda será condenado a 13 anos de trabalhos forçados.

4º Projeto de Lei – Construir um banheiro para cada brasileiro. A fim de evitar preconceito de qualquer natureza, o governo federal deverá providenciar um banheiro químico para cada cidadão. A desigualdade desaparecerá mediante a distribuição gratuita de lentes de contato azuis para negros e pardos, além de proibir por 100 anos o acesso de homens brancos heterossexuais a concursos públicos para provimento de qualquer cargo federal, estadual ou municipal.

5º Projeto de Lei – Instituir a Gramática Bovina. Com ajuda das associações do agronegócio, o Ministério da Educação promoverá um grande programa para implementar a escola bilingue no país. O Brasil passará a adotar o bovinês como segunda língua oficial e qualquer publicação deverá circular com a versão em mugido. O ENEM passará a exigir conhecimentos bovinos básicos, indicando-se a bibliografia obrigatória de Olavo de Carvalho.

1ª Emenda Constitucional – Ficam abolidos todos os impostos. Imposto é roubo. Portanto, cada brasileiro deve se virar para conseguir o próprio saneamento básico, asfaltamento nas ruas por onde andar, iluminação urbana e rural etc. Os serviços de justiça e de legislação deverão ficar a cargo de milícias populares que decidirão os rumos da nação por meio de voto on-line no Facebook.

2ª Emenda Constitucional – O companheiro Luís Inácio Lula da Silva não será considerado culpado nem com sentença transitada em julgado, permitindo-se sua eleição democrática para o mandato de 50 anos ininterruptos, ocasião em que indicará outro companheiro para assumir o posto de comandante-em-chefe.

Eis a minha luta!
Se a coisa tá preta, vote no Marrom!

 

*Crônica de Eduardo Mahon


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE