Cuiabá, 28 de Setembro de 2020

ARTIGOS/UNICANEWS
Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020, 15h:46

ANTOINE SAAD

Covid-19 e a angústia

Única News

Arquivo Pessoal

Na terça-feira a angústia tomou conta de mim, como nunca tinha sentido.

Vou contar como isso aconteceu:

Faz 140 dias que estamos em situação de pandemia, no início foi por 15, depois foram prorrogando e estamos nós até hoje, cada vez mais a situação se complicando, afinal ninguém conhecia e pouco se conhece esta doença, COVID19, tratamento comprovado cientificamente nenhum até hoje, temos os tratamentos usados com sucesso baseados nas evidências, nestes eu acredito, explico mais a frente o porque.

O motivo da minha angústia foi pela notícia que recebi através do meu filho. Ele fez um teste de COVID-19 na minha esposa, para nossa surpresa deu positivo. Eu fiquei chocado, sem saber o que falar por uns instantes. Como eu vinha ligando para a clínica que ela encontra-se internada, sempre respondiam que estava bem, sem febre e oxigenando até 98%, ficava tranquilo.

Voltando no tempo, faz uns 20 dias que ocorreu um caso de contaminação pelo COVID-19 na clínica. A interna foi isolada e levada para internação imediatamente, no momento já está de alta.

Com este acontecimento, o médico responsável pela clínica, resolveu fazer um tratamento profilático, preventivo, em todos os internos. 40 pessoas com níveis de risco gravíssimo, o resultado estava sendo ótimo, ninguém apresentou sintomas. Este é o motivo que acredito nos tratamentos baseados nas evidências, era para ter muitos internados em estado grave, todos são de grupo de risco altíssimo, se o meu filho não fizesse o teste não estaríamos sabendo, ela está assintomática, o tratamento não evita a contaminação, mas quando chega ela vem de forma mais branda.

Consultei o médico da família, que já está familiarizado com o tratamento da COVID-19, imediatamente pediu uma tomografia e vários exames de sangue, entre eles a sorologia. Na tomografia deu muito pouco vidro fosco na base do pulmão e a sorologia deu que ela está com muitos anticorpos e pouco vírus, na fase final da doença.

Acontece que esta doença deixa sérias lesões, que acabam complicando outros órgãos, por isso ela foi medicada imediatamente, conforme o protocolo de Madri. Ainda não tomou corticoide, mas está tomando anticoagulantes, corretamente, pois o exame de sangue deu um resultado alterado para coagulação Ela está bem e continua assintomática, vai fazer outra tomografia e exames de sangue amanhã.

Eu sou do grupo de risco, sempre me preocupando com o Isolamento e o distanciamento social, mas, conforme foi passando o tempo, o meu psicológico foi ficando mais afetado. Assim encontra-se até hoje: me preocupo comigo e com ela, principalmente, em função do alto risco dela. Confesso que cheguei a pensar que era o fim depois desta contaminação.

Mas somos uma família, tivemos toda assistência dos meus filhos, que prontamente providenciaram a autorização dos exames e a locomoção para fazer os exames. Amanhã também farão o mesmo procedimento.

Agradeço muito a Deus pela família que tenho, peço que Deus os abençoe e os proteja.

Amém.

*Antoine Saad é empresário.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


MATÉRIA(S) RELACIONADA(S)




VÍDEO PUBLICIDADE