Cuiabá, 19 de Junho de 2018

NOVO MINISTRO

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2018, 10h:29 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Jungmann defende direitos de presos e critica 'atalhos fora da lei' para a crise carcerária

Recém-empossado ministro da Segurança Pública fez discurso em sessão do Conselho Nacional de Justiça. Para ele, um Estado que não respeita direitos humanos se nivela ao crime.

Por Fernanda Calgaro
G1, Brasília

 

(Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)

CNJ fez reunião extraordinária com a presença do ministro Raul Jungmann

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, defendeu nesta quarta-feira (28) o respeito aos direitos de presos e criminosos e criticou o discurso que prega o uso de “atalhos fora da lei” para lidar com a situação carcerária no país.

Recém-empossado no cargo, Jungmann deu a declaração ao ser apresentado ao novo banco de dados desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para acompanhamento dos processos e do sistema prisional.

“A humanização do sistema carcerário representa uma afirmação da civilização sobre a barbárie. Não é porque alguém cometeu delitos, sejam da gravidade que for, que a integridade da pessoa humana pode ser diminuída ou desdenhada", afirmou.

O ministro disse ainda que hoje em dia é "fácil" ouvir discursos que defendem soluções "abaixo dos direitos humanos". Segundo ele, um Estado que não respeita os direitos humanos se nivela ao crime.

"Porque, se assim permitirmos, nós nos igualamos aos criminosos, abrimos a porta da barbárie e hoje é tão fácil ouvir discursos que fazem a defesa dos atalhos fora da lei, dos atalhos abaixo dos direitos humanos. Um estado que combate fora da lei ou sem respeitar os direitos humanos, o crime se nivela a ele”.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br