Cuiabá, 15 de Dezembro de 2018

CANDIDATO DO PSL

Terça-feira, 09 de Outubro de 2018, 10h:34 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Bolsonaro diz que governo corrupto estimula o crime e que vai 'governar pelo exemplo'

Em mensagem no Twitter o candidato do PSL a presidente disse também que o país 'afunda em violência e corrupção generalizada'.

Por G1
Brasília

(Foto: Reprodução/Internet)

 

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira (9) no Twitter que "um governo corrupto estimula o crime" e que ele quer governar "pelo exemplo".

 

Jair Bolsonaro retomou a campanha para o segundo turno das eleições com entrevistas e publicações em redes sociais. Ela ainda não voltou a viajar e fazer campanha na rua. Por recomendação médica, ele continua em casa, no Rio de Janeiro, onde se recupera de cirurgias após ter levado uma facada no abdomên durante até de campanha em setembro, em Minas Gerais.

 

"Os males e prejuízos da corrupção atingem a população de todas as formas. É ela que fica sem leito no hospital, sem segurança nas ruas e sem dinheiro no bolso. É isso que queremos impedir. Um governo corrupto estimula o crime em todas as esferas. Vamos governar pelo exemplo!", afirmou Bolsonaro no Twitter.

 

Ele disse, ainda que o Brasil afunda em "violência e corrupção generalizada" e que é priorizando estes dois problemas, além de pegar "pesado" contra bandidos e dar fim às indicações políticas é que o país "dará o primeiro passo rumo à prosperidade".

 

Entrevista do Jornal Nacional

 

Na noite desta segunda-feira (8), em entrevista ao Jornal Nacional, Bolsonaro desautorizou o general Hamilton Mourão, candidato a vice em sua chapa.

 

Em entrevistas, o vice afirmou que a elaboração de uma nova Constituição não precisaria passar por eleitos, sugeriu uma constituinte de notáveis e cogitou, em caso de anarquia, um "autogolpe" por parte do presidente com apoio das Forças Armadas.

 

Bolsonaro declarou que Mourão foi "infeliz" ao dar essas declarações e que, apesar de o colega de chapa ser general e ele capitão, quem mandará no governo será o presidente.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Nov 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br