Cuiabá, 05 de Dezembro de 2019

VARIEDADES
Quinta-feira, 18 de Julho de 2019, 10h:15

"HORA DE DIZER TCHAU"

Mari Palma deixa a Rede Globo

Repórter compartilhou notícia em suas redes sociais e ainda ganhou declaração romântica do namorado, o também jornalista Phelipe Siani

Revista QUEM

(Foto: Reprodução/Instagram)

Com uma foto de seu crachá e um texto emocionado, Mari Palma anunciou sua saída da Rede Globo nesta quarta-feira (17).

""É hora de dizer tchau! O crachá tá todo desgastado assim porque tem muita história (tem até o selinho de camisa 10 do campeonato de futebol, kkkk). Essa história tem exatos 11 anos, completados no último dia 7/7. A Globo foi meu primeiro e único emprego", começou na legenda.

Mari entrou como estagiária na TV Globo em julho de 2008. Ela também foi repórter do G1 e editora do site do Bem Estar por três anos até ser chamada para participar de um novo projeto, encabeçado por William Bonner, o G1 Em Um Minuto, no final de 2014.

Em 2018, ela reforçou a equipe de esportes da emissora por oito meses, até virar repórter do Mais Você.

"Mudar é difícil demais, mas eu gosto do frio na barriga, de sair da zona de conforto, de me arriscar - sem isso, a gente nunca sai do lugar", continuou. "Agora, adivinha só: chegou a hora de mudar de novo. Pra onde? eu conto depois."

Em entrevista recente para a QUEM, Mari abriu o coração sobre toda a sua trajetória dentro da Rede Globo e o quanto cresceu e aprendeu dentro da emissora durante a última década.

Leia na íntegra a despedida de Mari:

 

"É hora de dizer tchau!
.
O crachá tá todo desgastado assim porque tem muita história (tem até o selinho de camisa 10 do campeonato de futebol, kkkk). Essa história tem exatos 11 anos, completados no último dia 7/7. A Globo foi meu primeiro e único emprego.

Quando eu comecei como estagiária, em 2008, com 19 anos, não fazia IDEIA do que ia acontecer na minha vida. Lembro que comprei vários saltos e camisas sociais porque achei que teria que trabalhar assim pro resto da vida haha. Mas olha só: hoje, 11 anos depois, eu saio da empresa com meu guarda-roupa cheio de camisetas divertidas e tênis - isso porque lá dentro eu tive a liberdade de ser quem eu sou de verdade. E por isso, eu vou ser eternamente grata.

Nesses 11 anos, eu fiz tanta coisa: comecei no digital, fazendo chats, arrumando estúdio, passando cabo no chão; depois fui pra redes sociais e notícias no G1; aí virei editora do site do Bem Estar; aí fui pra TV aberta ao vivo, sem TP, com o G1 em 1 minuto; virei a vida em 360 graus no Fantástico; depois fui me aventurar no esporte e terminei meu ciclo no Mais Você.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE