Cuiabá, 19 de Agosto de 2018

BRUNO ZIMMERMANN

Segunda-feira, 05 de Junho de 2017, 16h:44 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Cirurgião plástico fala sobre cirurgia de aumento e levantamento de mama

O tamanho e o formato dos seios é preocupação de quase todas as brasileiras, se não de todas; cirurgião explica técnicas e tipos de cirurgias indicados para cada caso

Da redação com assessoria

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a cirurgia de aumento de mama utiliza implantes para dar volume aos seios pequenos ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez. O cirurgião plástico Bruno Zimmermann explica que a inclusão simples de prótese de mama não corrige a queda das mesmas. Segundo ele, para cada paciente, após exame médico é indicado um volume de prótese que se adequa ao corpo da paciente, mas a escolha do tamanho precisa da ajuda da paciente. 

 

O cirurgião enfatiza que a cicatriz é escondida no sulco mamário e geralmente é de excelente qualidade. A prótese pode ser colocada embaixo da glândula ou por baixo do músculo, a depender da indicação médica. Abaixo do músculo é colocado para mulheres que têm pouco volume mamário, menos de 2 centímetros no exame físico, porque algumas complicações como dobras visíveis da prótese (rippling) podem acontecer. Por isso é importante a consulta médica antes da cirurgia.

mama

 

Zimmermann diz que quando existe queda das mamas, a plástica mamária, ou mastopexia, pode ou não ser associada ao uso de implante de silicone. “Tudo depende da textura e densidade do tecido mamário. Se a mama for muito flácida e tiver excesso de pele, pode ser necessário o uso de um implante pequeno para dar a ela mais firmeza”, diz. 

 

O motivo, segundo Bruno, é que o cirurgião precisa remodelar a mama usando pontos para aproximar os tecidos. Se esse tecido aproximado não tiver uma densidade adequada, então o resultado poderá ser perdido e durar pouco. “Por isso, pode ser indicado o uso de implante que é colocado atrás do tecido mamário visando melhorar o suporte e projeção da mama. Essa conduta deve ser explicada pelo cirurgião plástico à paciente, mostrando todos os benefícios e riscos da técnica”, explica.

mama

 

A cicatriz da cirurgia do levantamento da mama (lifting de mama), com ou sem implante de silicone, pode ser: apenas vertical (da aréola até o sulco da mama) ou associada com outra cicatriz no sulco da mama (também chamada de "T invertido").  A qualidade estética da cicatriz independe do uso ou não do implante. O tamanho da cicatriz vai depender do quanto de pele vai sobrar.

 

Bruno diz ainda que não é possível dizer com precisão a durabilidade da cirurgia, pois depende de muitos fatores. Por exemplo, se a paciente engorda e emagrece muito rapidamente ou engravidar, a cirurgia vai perder muito do resultado. Se a paciente não usar sutiã/top para sustentar as mamas, a força da gravidade e a movimentação constante dos seios para baixo pode "alongar" a mama e modificar o resultado. “Portanto, a longevidade do resultado depende muito dos cuidados pós-operatórios da paciente. Por isso, recomendo sempre o uso de sutiã cirúrgico por dois meses após a cirurgia e o uso contínuo de sutiã e top durante todo o dia, inclusive na hora de dormir”, reafirma o cirurgião.

 

Bruno Zimmermann

 

Bruno Zimmermann é cirurgião plástico e atende na Clínica Frémissant, na Rua Baurus, Lote 06, Quadra 03, Condomínio Alphaville, bairro Jardim Itália.

 

Telefones para contato: (65) 3653-6320 e 3653-3361.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. julho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br