Cuiabá, 22 de Fevereiro de 2019

RADAR NEWS
Terça-feira, 03 de Julho de 2018, 13h:27

"CORRENDO DE URUCUBACA"

Viana faz cirurgia, Mendes rompe tendão e Pivetta manda 'rezar missa'

Marisa Batalha

(Foto: WhastApp)

mauro, pivetta e zeca viana.jpg

 

O presidente do diretório regional do PDT, o deputado estadual Zeca Viana, se submeteu nesta terça-feira (3) a uma cirurgia, para eliminar a popular “pedra no rim”. De acordo com sua assessoria, ele passou por exames e consulta em Primavera do Leste e em Cuiabá, onde se encontra.

 

Há cerca de quatro anos, periodicamente, ele é acometido destas mesmas dores, mas já está medicado e internado.

 

Agora para quem acredita em 'olho gordo', logo vai dizer da coicidência de primeiro o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM) ser internado às pressas no Hospital São Mateus, para uma cirurgia na noite da última quinta-feira (28), após romper o tendão de Aquiles esquerdo.

 

O ex-prefeito jogava bola com sua filha Maria Luiza Taveira Mendes de 3 anos e com o filho do ex-prefeito de Lucas do Rio Verde (360 km de Cuiabá), e possível candidato a vice-governador, Otaviano Pivetta. 

 

Ambos - Zeca Viana e Mendes -, fazem parte do trio [junto com Pivetta] que desde a campanha de Pedro Taques (PSDB) ao Senado e depois à Governadoria do Estado, estiveram ao lado do gestor tucano.

 

Assim, bochicho de corredor já começa a dizer que se Pivetta cair de cama, passar por alguma cirurgia, então é 'tiro e queda', aí tem coisa!

 

Pelo sim, pelo não o ex-prefeito de Lucas - pré-candidato pelo PDT, na disputa pelo comando ao Paiaguás -, ainda que seja cotadíssimo para ser o vice Mauro Mendes na dobradinha para o governo, já adiantou que mandou rezar pelo menos sete missas, como forma de 'mandar para longe a urucubaca' que os adversários podem estar jogando sobre ele. 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE