Cuiabá, 21 de Fevereiro de 2019

RADAR NEWS
Quarta-feira, 07 de Fevereiro de 2018, 11h:28

COISAS DA VELHA POLÍTICA

Projeto de lei em Câmara desobriga vereadores de prestarem conta da verba indenizatória

Da Redação

(Foto: Reprodução-Ilustração/Web)

primavera-do-leste-vereador.jpg

 

O vereador Valmiley Santos (PV) de Primavera do Leste(244 km de Cuiabá), e presidente da Câmara do município, bem na contramão da história política e em um cenário, inclusive, de crise econômica, apresentou projeto de lei no dia 31 de janeiro deste ano, desobrigando os vereadores a prestarem conta da verba indenizatória. 

 

Cada parlamentar da cidade recebe o salário que é R$ 6.800 mais a verba indenizatória de igual valor no total de R$ 13.600,00 mensais. 

 

Se o projeto for aprovado na Casa de Leis e, claro, sancionado pelo prefeito emedebista, Leonardo Bortolin, os parlamentares municipais não precisarão mais justificar os gastos da verba indenizatória.

 

E isto depois de recentemente elevarem em 36% os próprios vencimentos no Parlamento,. E, agora, propõe lei claramente em beneficio próprio.

 

Para a população da cidade o projeto nº 840/ 2018 é uma afronta à lei orgânica do município e a constituição federal.

 

(Foto: Reprodução-Ilustração/Web)

Documento-primavera do leste.jpeg

 

(Foto: Reprodução-Ilustração/Web)

doc-lei orgânica-primavera 2.jpg

 

(Foto: Reprodução-Ilustração/Web)

documento - lei-organica- primavera.jpg

 

 

 

 

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE