Cuiabá, 12 de Dezembro de 2017

SERVIÇOS DE SOM

Terça-feira, 28 de Novembro de 2017, 18h:08 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Processo licitatório da Câmara de Várzea Grande é alvo do MPE após suspeita de fraude

Da Redação

(Foto: Reprodução)

14-12_vg.jpg

 

Processo licitatório da Câmara de Várzea Grande é alvo de uma ação do Ministério Público Estadual (MPE). A processo deve apurar possíveis fraudes na licitação.

 

O MPE deve apurar possíveis irregularidades durante a escolha da empresa vencedora Ativa Locação e Eventos Eireli – ME, que prestaria serviços de som, pelo valor de R$ 177,6 mil.  Conforme a ação, a suspeita é de que o processo tenha sido direcionado para a vencedora.

 

Outra suspeita é que tenha ocorrido restrição de concorrência com a distribuição da carta convite da Câmara. Além da vencedora, participaram do certame as empresas Triade Produções Musical Ltda, Emílio Soares de Souza – EPP (Radelgo Sonorizaçã0), Pantanal Eventos Publicidade e R. Alves Tortato – ME (Biju Eventos).

 

Segundo o empresário Jairo José Appelt, proprietário da Trolar Propaganda, e responsável pela denúncia, antes do processo licitatório a comissão solicitou um orçamento para o serviço. No entanto, durante a distribuição da carta convite, sua empresa foi deixada de fora.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Novembro 2017 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br