Cuiabá, 20 de Maio de 2019

RADAR NEWS
Domingo, 11 de Dezembro de 2016, 15h:42

Datafolha

Pesquisa revela cansaço dos brasileiros contra seus políticos

Da Redação com UOL

Agência Brasil

Temer 2.jpg

 

As prisões de políticos brasileiros na operação Lava Jato, responsável, inclusive, pela saída da ex-presidente da República, Dilma Rousseff do Palácio do Planalto, por meio do impeachment no Congresso. Além das suspeitas que recaem sobre o ex-presidente Lula da Silva de ter desfalcado os cofres públicos da União, quando no poder, e ainda beneficiado parentes no 'propinoduto', elevou o comandante da Lava Jato, o juz Sérgio Moro a 'herói brasileiro'.

 

Os escândalos que levaram milhões de brasileiros às ruas no movimento Vem Prá Rua Brasil, contra a corrupção no país, ganhou mais um novo episódio nesta ultima sexta-feira(9), com o depoimento de um ex-executivo da Odebrecht que relatou, em depoimento à força-tarefa da Operação Lava Jato, que o presidente Michel Temer pediu, em 2014, 10 milhões de reais ao herdeiro da empreiteira, Marcelo Odebrecht. 

 

Os escândalos recorrentes têm fragilizado a imagem dos políticos brasileiros, em particular a de Temer que não consegue nas pesquisas de opinião sobre a confiabilidade do povo brasileiro na classe política, de sair dos 13%. Assim, para provar a decadência das nossas autoridades a última pesquisa realizada pela Folha de São Paulo, por meio do seu instituto, o Datafolha, neste final de semana, revela que maioria da população brasileira (63%) é favorável à renúncia do presidente peemedebista Michel Temer, ainda em 2016, para que haja eleição direta.

 

Segundo o levantamento, 27% dos entrevistados se disseram contra a saída de Temer, 6% se dizem indiferente e 3% não souberam responder. Para que a população às urnas e escolha um novo presidente para o mandato-tampão, seria necessário que Temer deixasse o cargo até 31 de dezembro.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE