Cuiabá, 16 de Fevereiro de 2019

RADAR NEWS
Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2018, 17h:02

APERTANDO OS CINTOS

Após contingenciamento, Pinheiro diz que gastos excessivos podem penalizar secretários

Da Redação

(Foto: Secom/Prefeitura)

Emanuel Pinheiro.jpg

 

 

Depois de contingenciar pela segunda vez, desde que assumiu a Prefeitura de Cuiabá, o emedebista Emanuel Pinheiro (MDB), revelou que a decisão de fechar as torneiras do orçamento pelos próximos 120 dias, tem como objetivo proibir que os secretários "gastem demais" em despesas que não sejam essenciais.

 

Os gestores, conforme decreto publicado no Diário Oficial de Contas, do dia 2 de fevereiro, são os responsáveis por garantir a prioridade das despesas de serviços contínuos, caso contrário, podem responder a processo de apuração de responsabilidade.

 

“Eventuais despesas realizadas sem a devida cobertura orçamentária serão objeto de apuração de responsabilidade”, diz o decreto assinado por Emanuel.

 


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE