Cuiabá, 18 de Julho de 2018

PELA JUSTIÇA

Quarta-feira, 16 de Maio de 2018, 13h:33 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Zeca Viana diz que Taques não deve demorar a ser afastado do governo

Da Redação

(Foto: AL-MT)

deputado- zeca Viana 1.jpg

 

Após realizar discurso em defesa do governador Pedro Taques (PSDB), na Assembleia Legislativa, nesta última quarta-feira (16), o suplente de deputado Marcrean Santos (PRTB) foi duramente rechaçado pelo deputado estadual e presidente regional do PDT, Zeca Viana.

 

No plenário da Assembleia, Marcrean assegurou que Taques estaria fazendo um bom trabalho. Mais do que isso, combatendo a corrupção no Estado, lembrando de sua coragem em pedir a Justiça para que investigasse o seu próprio governo.

 

Ao responder o suplente, Viana afirmou que Pedro Taques inflige uma série de leis, citando o mau uso do Fundo Estadual de Transporte e Habitação, criado em 2000 pela Lei 7.263, além de outros recursos usados indevidamente, que resultou, inclusive, na criação da CPI dos Fundos em janeiro de 2018. Que apura na Casa de Leis supostas "pedaladas fiscais" do governo, com dinheiro do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

 

Ainda de acordo com o parlamentar pedetista, Taques não pode reclamar de arrecadação, pois houve um acréscimo de mais de 10% na arrecadação estadual. 'Este governo não sabe aplicar os recursos que tem, por que dinheiro tem no caixa e o estado vive dias de calamidade pela ingerência, outro ponto que temos de combater são os cargos comissionados e as contratações irregulares deste governo'.

 

Ainda lembrando que 'em São Paulo, na questão do Veiculo Leve Sobre Trilho, todos os responsáveis que construíram e desviaram dinheiro da obra estão presos e mesmo assim o VLT esta rodando na capital paulista. Já em MT o VLT ainda não saiu de onde parou'.

 

E garantiu que o governador Pedro Taques será afastado pela Justiça nos próximos dias devido a tantas irregularidades que vem acorrendo no seu governo, apontando também a prisão dos primos do gestor tucano, o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques e de seu irmão, o advogado Pedro Jorge Zamar, alvos de mandado de prisão na Operação Bônus, 2ª fase da Operação Bereré, por desvios milionários no Detran, como um dos escândalos que  muito possivelmente deverá respingar no governador.

 

Vereador que virou deputado

 

O vereador Marcrean Santos (PRTB) é o primeiro da Câmara de Cuiabá a assumir vaga na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) depois da alteração recente da Lei Orgânica do município. A mudança permite que os parlamentares se licenciem para assumir cargos de deputado estadual, federal e senador sem perder o mandato.

 

A emenda, aprovada no dia 20 de março, alterou os artigos 19 e 21 da Lei Orgânica e foi assinada pelos vereadores Justino Malheiros (PV), Renivaldo Nascimento (PSDB) e Diego Guimarães (PP).

 

Marcrean é primeiro suplente da vaga e vai substituir o deputado estadual Adalto Freitas (Patriota), o Daltinho, que vai se afastar da ALMT por 150 dias para tratamento saúde. O vereador teve o mandato cassado pelo juiz Gonçalo Antunes de Barros Neto, da 55ª Zona Eleitoral, por prática de abuso de poder e fraude na composição da lista de candidatos às eleições municipais de 2016. 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Junho 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br