Cuiabá, 24 de Setembro de 2018

NA SEDUC

Domingo, 28 de Janeiro de 2018, 09h:24 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Zaque pede suspensão de contratações temporárias e quer concurso

Da Redação

(Foto: Reprodução/Web)

mauro zaque.jpg

 

O promotor do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, Mauro Zaque, pediu que o secretário de Educação de Mato Grosso, Marco Marrafon, não contrate funcionários temporários para a secretaria mesmo que seja durante um período de oito meses. Para o promotor, a necessidade ideal seria o concurso público, pois as demandas da pasta são consideradas permanentes.

Na notificação assinada no último dia 23 de janeiro, Zaque disse que a Controladoria-Geral do Estado deve adotar algumas providências para realizar uma auditora acerca das contratações temporárias com objetivo de identificar o impacto financeiro para os cofres públicos.

“Suposta ilegalidade na contratação de profissionais de Desenvolvimento Econômico e Social para o cargo de Analista da Secretaria de Educação, relativos a processos seletivos para as funções de Engenheiro Eletricista, Engenheiro Civil, Arquiteto e Engenheiro Sanitarista, supostamente preterindo candidatos aprovados em concurso público”, diz trecho do documento.

Conforme o promotor, o Ministério Público do Estado (MPE), encaminhou uma denúncia de que a secretaria seleciona profissionais através de currículo, sem a divulgação do processo seletivo.

“Considerando que a omissão em defesa do patrimônio público pode configurar ato de improbidade administrativa que cause dano ao patrimônio público, enriquecimento ilícito e/ou viola os princípios da administração pública”, finalizou.

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br