Cuiabá, 21 de Setembro de 2019

POLÍTICA
Domingo, 04 de Agosto de 2019, 18h:04

BALANÇO

Wilson Santos tem dez leis aprovadas no primeiro semestre

Única News
Com assessoria

(Foto: AL-MT)

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) é o autor de dez leis ordinárias que já estão em vigência no território de Mato Grosso após a aprovação pelo plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e sanção pelo governador Mauro Mendes Ferreira (DEM).

Uma das leis aprovadas é a de número 10.816/2019 que reserva aos negros 20% das vagas oferecidas nos concursos públicos de Mato Grosso. A cota é realizada para preenchimento de cargos efetivos e empregos públicos no âmbito da administração pública estadual, das autarquias, das fundações pública, das empresas públicas e das sociedades de economia mista em Mato Grosso.

Outra propositura de grande relevância é a Lei 10.836/2019 que trata da obrigatoriedade de instalação de sistema de alarme e monitoramento em todas as barragens e represas existentes em Mato Grosso. A proposta do parlamentar partiu logo após os episódios envolvendo os municípios de Mariana e Brumadinho, ambos de Minas Gerais, que enfrentaram tragédias ambientais e humanísticas em decorrência do rompimento de barragens de mineradoras.

Com o intuito de fortalecer o princípio da transparência na administração pública, o deputado Wilson Santos conseguiu a aprovação da Lei Ordinária 10.851/2019 que obriga o governo do Estado a gravar em áudio e vídeo e ainda transmitir pela internet, via Portal da Transparência, todos os processos licitatórios realizados em Mato Grosso. Trata-se dos procedimentos administrativos realizados pelo Estado para contratar fornecedores e empresas privadas prestadoras de serviço ao poder público.

Outra lei de autoria do deputado Wilson Santos que já está em vigor trata da obrigatoriedade de constar o nome dos autores dos projetos arquitetônicos e urbanísticos nas peças publicitárias.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE