Cuiabá, 26 de Setembro de 2018

"APOIO DE MAGGI É SÓ MEU"

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018, 14h:42 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Vídeo de Mauro com Blairo causa ciúmes em Sachetti

Da Redação

(Foto: Reprodução/Web)

WhatsApp Image 2018-09-02 at 11.39.38.jpeg

 

Se tem um personagem político mato-grossense que sempre está em alta, inequivocamente, é o ex-governador e ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP). 

 

Mesmo depois de decidir se afastar destas eleições [na disputa de cargos eletivos], não consegui, no entanto, ficar longe da política, nem tampouco da corrida eleitoral. Assim, Maggi continua sendo autoridade máxima, em se tratando de seus apoios.

 

Disputam sua proteção política e possivelmente o financeiro - diga-se Grupo Amaggi -, os candidatos ao Senado, Carlos Fávaro (PSD) e Adilton Sachetti (PRB), em coligações diferentes, mas ambos representantes em Mato Grosso do Agronegócio.

 

Mas para além de sua amizade com Sachetti e Fávaro, Blairo é, igualmente, um velho amigo do candidato ao governo, o democrata Mauro Mendes.

 

Entretanto, o vídeo em que Mendes aparece com sua esposa [Virgínia] junto com Maggi e dona Terezinha, com o ministro já chamando o democrata de governador, acabou causando um alvoroço no meio político, sobretudo, neste período eleitoral.

 

Um dos que reclamaram do video foi o deputado federal, Adilton Sachetti, que recentemente, em conversa com jornalistas fez questão de frisar que Blairo definiu somente um apoio e foi à sua candidatura pela Senatoria. Assim, têm dito que Mauro teria visitado a residência de  Blairo, em Sapezal (473 km de Cuiabá), quando o ministro, por respeito - de acordo com Sachetti -, o chamou de governador.

 

'Mas não houve declaração de voto', assegura o parlamentar. 

 

O vídeo que foi gravado em 1º de setembro, em que Maggi chama Mauro de governador enquanto fazem um brinde com ossos de carneiro, durante churrasco, ainda tinham outros convidados como os candidatos ao Senado, Jayme Campos (DEM) e Carlos Fávaro (PSD), que integram a coligação Pra Mudar Mato Grosso, liderada pelo democrata.

 

E mesmo que não tenha gravado com os outros candidatos, Sachetti frisa que o vídeo divulgado por Mauro não expressa o posicionamento de Blairo. Sob a alegação ferrenha - que amigos de longas datas e compadres - ele seria o único candidato que recebeu declaração de apoio, com pedido de voto por parte do progressista.

 

“Cada um usa as ferramentas que tem na política e o Mauro soube usar. Só que isso não é a expressão da vontade pública do Blairo, que nunca disse publicamente que apoiaria um candidato a governador A ou B. Externou sim, apoio a minha pessoa como está em todas as mídias”, completou.

 

Entretanto, também amigo de Mauro, o parlamentar do PRB pode até oficializar seu ciúme mas, obviamente, não poderia depreciar Mendes. Até porque sabe que o candidato democrata foi voto vencido junto com seu vice, Otaviano Pivetta, no período de escolha do segundo nome na coligação para o Senado da República, pois ambos queriam Sachetti na chapa. Nesta ocasião, a decisão do grupo favoreceu o social democrata  Carlos Fávaro.

 

Então apenas diz que - em sua opinião -, o ex-prefeito de Cuiabá aproveitou a oportunidade para tentar se fortalecer eleitoralmente.

 

Mesmo que Sachetti talvez tenha esquecido de revelar, em conversa com jornalistas, que muito possivelmente, Mendes que tem igualmente a mesma intimidade com Blairo, claro, pediu seu aval para divulgar o vídeo em que estão juntos. Ao contrário, o ministro já teria se posicionado contra a gravação colocada no horário eleitoral. E há tempos!

 

Veja o vídeo:

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Agosto 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade


Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br