Cuiabá, 08 de Dezembro de 2019

POLÍTICA
Quinta-feira, 24 de Outubro de 2019, 09h:28

NA ASSEMBLEIA

Thiago Silva é escolhido como vice-presidente da CPI da Energisa

Única News
(Com assessoria)

Alair Ribeiro/MidiaNews

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) foi escolhido na Assembleia Legislativa como vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa. A CPI apura o abuso na cobrança das contas de energia pela concessionária Energisa. 

Os nomes dos membros da comissão da CPI da Energisa foram publicados no Diário Oficial Eletrônico da Assembleia Legislativa, na terça-feira (22), deste ano.

A definição ocorreu nesta na Assembleia, onde o MDB e a mesa diretoria da AL indicou o deputado para auxiliar nas investigações. 

Na quarta-feira (23), ocorreu a primeira reunião de instalação da CPI da Energisa, onde o presidente da CPI deputado Eliseu Nascimento (DC) conduziu e escolheu, Thiago Silva como vice-presidente. O deputado Carlos Avalone (PSDB) ficará como relator.

“Desde o início da abertura da CPI da Energisa me prontifiquei junto ao presidente Botelho e deputado Eliseu para contribuir nesta pauta, que é de interesse da sociedade mato-grossense, devido a má qualidade dos serviços prestados e o aumento da conta de energia em mais de 200%. Estou no parlamento para defender as pautas que sejam importantes para nossa população e como vice-presidente vamos trabalhar para investigar a atual situação serviço ofertado pela empresa”, disse Thiago Silva.

Os deputados estaduais escolhidos pra compor a CPI da Energisa são: Eliseu Nascimento (Presidente), Thiago Silva (vice-presidente), Dr. Eugênio e Carlos Avallone (Relator).

Ficou decidido na primeira reunião da CPI, a convocação da superintendente Gisela Simona a primeira ser convocada na CPI para pautar as reclamações. Também serão realizadas audiências públicas sobre a CPI da Energisa nos municípios, iniciando por Rondonópolis no dia 1º de novembro. O prazo para apurar as possíveis irregularidades são de 180 dias.


Comentários







Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site. Clique aqui para denunciar um comentário.


LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO




VÍDEO PUBLICIDADE