Cuiabá, 19 de Junho de 2018

JUNTOS NA REELEIÇÃO

Terça-feira, 13 de Março de 2018, 17h:31 - IMPRIMIR | comentar (01)
A | A

compartilhar

Taques prestigia filiação de membros de seu staff que assinaram ficha no Solidariedade

Da Redação

(Foto: Rdnews/ Reprodução/Web)

solidariedade 3.jpg

 

No ato de filiação realizado nesta terça-feira (13), no Hotel Fazenda Mato Grosso, o Solidariedade avalizou a entrada em suas fileiras  o secretário de Cultura, Kléber Lima, oriundo do PC do B e o o deputado estadual Leonardo Albuquerque, que estava no PSD.

 

O chefe do Executivo estadual, o tucano Pedro Taques - presente ao ato -, voltou a mandar recados aos opositores que vem criticando sua gestão, chamando-a de técncica demais e ainda revelando sobre as dificuldades que o tucano poderá enfrentar em sua reeleição ao Palácio Paiaguás.

 

'Podem critica à vontade, pois estamos construindo um novo futuro neste Estado. Só Deus e o povo de Mato Grosso tiram a administração do nosso grupo político', voltouy a responder aos adversários, no discurso realizado no ato da filiação.

 

O gestor tucano também fez questão de frisar as conquistas no decorrer do seu mandato e disse entender as dificuldades que os prefeitos dos municípios mato-grossenses estão passando, mas pediu confiança aos gestores municipais. “Prefeitos, confiem e contem com esse governador para que possamos superar essas dificuldades” ressaltou.

 

O presidente estadual do partido, José Carlos do Pátio, prefeito de Rondonópolis, ao lado do convidado Paulinho da Força, deputado federal da legenda, emitiu sinais claros nesta terça de que a sigla vai caminhar pela reeleição do governador tucano. Destacando os investimentos do Governo no município que comanda, principalmente no setor da Saúde Pública. 

 

“Nós temos uma aproximação muito simpática ao trabalho do governador Pedro Taques. Não resta dúvida que é uma pessoa que respeitamos muito. No município de Rondonópolis, haviam somente 20 UTI’s e hoje tem 71. Os investimentos no Hospital Santa Casa, antes do Pedro Taques eram de R$ 20 milhões, hoje é de R$ 40 milhões. Há um avanço nos investimentos na saúde de Rondonópolis”, declarou. 

 

O ex-secretário de Comunicação e atual gestor estadual da Cultura, Kleber Lima, que hoje trocou o PCdoB pelo Solidariedade, revelou que ainda decidiu se vai disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa ou na Câmara Federal. Mas ressalta que até que decida sobre seu destino político, deixará a pasta que comanda até o dia 29 de março, prazo dado pelo governador Pedro Taques (PSDB) aos membros do primeiro escalão que pretendem disputar um cargo eletivo no pleito deste ano.

 

Kleber justificou a mudança de sigla por acreditar na forma como o presidente regional do Solidariedade, prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio, tem conduzido o partido.

 

"Troco de partido por acreditar na liderança do prefeito Zé Carlos do Pátio. Acho que ele tem um perfil de liderança que representa o que eu imagino, preocupado com o coletivo, sem abrir mão dos princípios que eu abracei quando me filiei no PCdoB há 33 anos", concluiu Kleber Lima. 

 

Da equipe que atualmente integra o governo de Taques, se filiaram ao Solidariedade, além de Lima e do deputado Leonardo, ainda o presidente do Intermat, Cândido Teles. 

 

O secretário estadual de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Evangelista, não estava presente no ato político, mas também foi anunciado como novo integrante da legenda.

 

Os três devem disputar vagas na Assembleia. Kleber era filiado ao PCdoB enquanto Cândido estava no DEM. Já Suelme, que deixou o PSB, chegou a acertar adesão ao PPS e acabou se acertando com o Solidariedade.

 

Fb

Compartilhe esta notícia com os seus amigos

0 Comentário(s).

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

COMENTAR ESTA MATÉRIA
FECHAR

Edição Atual

Ed. Maio 2018 Revista Única

ASSINAR LER A REVISTA MAIS



vídeo publicidade



Av. Historiador Rubens de Mendonça, 1731 - Cuiabá MT

arte@unicanews.com.br